Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Qua
28/06/17
Araguaína

Parcialmente Nublado

32º 17º

Crise da circulação de caminhões em Palmas pode ter solução

23/02/2016 08h53 | Atualizado em: 23/02/2016 09h18
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:
Divulgação

Em seu pronunciamento na sessão desta quinta-feira, dia 18, o deputado Ricardo Aires (PSB), informou o resultado de suas audiências com o prefeito Carlos Amastha (PSB) e o governador Marcelo Miranda (PMDB), sobre o problema da circulação de caminhões nas ruas de Palmas.

A questão começou depois que o prefeito sinalizou aos produtores rurais medidas para regulamentar a passagem desses veículos nas ruas da cidade. A intenção de Amastha não foi bem recebida pelo seguimento, que procurou os parlamentares para mediar a questão junto à prefeitura.

Ricardo disse que pediu ao prefeito para segurar o decreto e acrescentou que foi acordado a instalação de um corredor para os caminhões na Capital, usando a Avenida LO-04 como via de acesso à ponte Fernando Henrique Cardoso, que faz a ligação com terminal multimodal de Luzimangues.

“A iniciativa do prefeito é importante, mas é preciso conciliar também com a demanda dos produtores. Defendo a conciliação como meio para resolvermos a questão”, afirmou Aires.

Já na audiência com o governador Marcelo Miranda, o deputado informou que houve também boa vontade em resolver o problema e citou como exemplo a recuperação da ponte de Porto Nacional. No entanto, uma solução definitiva como a construção do anel viário na região da capital, Marcelo Miranda alegou que no momento não há verbas para esse fim.

Lotes

O deputado também anunciou que o prefeito Amastha pretende promover a venda facilitada de lotes industriais para empresários a fim de incentivar a economia do município. A aquisição, segundo ele, seria por licitação. (Fonte: Penaforte)

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”