Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Qua
13/12/17
Araguaína

Nublado e Pancadas de Chuva

29º 22º

Câmara Municipal, OAB e Sindicatos repudiam violência contra Diretor

10/08/2017 17h47 | Atualizado em: 11/08/2017 10h37
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:
Arquivo Pessoal

O caso da agressão de um ex-aluno contra o diretor da Colégio Estadual Guilherme Dourado, Mariano Soares da Costa, que aconteceu na tarde de ontem (09) em Araguaína ganhou repercussão na mídia e redes sociais. Diante do fato a Câmara Municipal de Araguaína, Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet), Sindicato dos Servidores do Estado do Tocantins (Sisepe) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Araguaína emitiram nota manifestando repúdio à atitude violenta.

Câmara Municipal

Em nota, o presidente da Casa, vereador Marcus Marcelo (PR), prestou solidariedade ao educador que também é seu amigo. Segundo ele, quando soube do caso através da imprensa ligou imediatamente para o diretor: “Mariano me relatou o caso dizendo estar triste e frustrado com o acontecido. Lamentei profundamente o ocorrido”, disse o parlamentar.

Sintet

Rosy Franca, presidente do Sintet regional também lamentou o episódio e destacou a preocupação com a integridade dos profissionais de educação: Não podemos nos calar diante das cenas lamentáveis de violência conta professores que colocam em risco a integridade física e emocional de profissionais que são responsáveis pela formação de crianças e jovens”, pontuou.

Sisepe

O diretor regional do Sisepe Ronaldo Sérgio observou a situação crítica em que se encontram os profissionais que atuam na área da educação: “estamos vivendo num país onde nossos educadores já não são valorizados como merecem e ainda tem que passar por essas situações”.

Ronaldo Sérgio ainda lembrou do caso do servidor público, o agente de trânsito Agenison Pereira Jorge, morto no exercício de sua função em Araguaína. “Infelizmente mais uma vez temos que presenciar essa cena deplorável [agressão]. Não podemos deixar de frisar que cenas como essas acontecem sempre em órgãos públicos onde servidores são agredidos no exercício de suas atribuições funcionais”, disse.

Em nome do sindicato, o diretor regional prestou solidariedade ao educador e cobrou providências sobre o caso.

OAB

A OAB Araguaína, através do seu presidente da subseção, José Quezado, repudiou “todo e qualquer ato de violência” e afirmou que a entidade está à disposição dos educadores para o que for necessário.

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”

Publicidade

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.