Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Sex
24/02/17
Araguaína

Pancadas de Chuva

29º 21º
  • Pela segunda vez prefeito decide não realizar Carnaval em Araguaína

    ANÚNCIO OFICIAL - 20.02.17 19h17

    Recurso de R$ 500 mil será destinado ao equipamento e manutenção da instituição durante um ano.

    Pela segunda vez consecutiva, o prefeito Ronaldo Dimas decide não realizar Carnaval em Araguaína. O anúncio foi feito durante uma coletva de imprensa que aconteceu nesta tarde no terminal rodoviário da cidade. Ano passado, o prefeito não organizou a comemoração na cidade e investiu os recursos destinados para a festa na reforma da Rodoviária que ainda está em andamento. 

    Dessa vez, o recurso que poderia ser gasto com Carnaval será destinado para a aquisição de equipamentos e manutenção da Escola de Artes de Araguaína (Reciclarte). Segundo o prefeito, o valor de R$ 500 mil garantirá o funcionamento da escola por um ano.

    Esses recursos serão aplicados prioritariamente em equipamentos, instrumentos musicais, toda a gama de necessidades para as aulas de teatro, dança, e demais equipamentos como ar-condicionado e coisas dessa natureza”, finalizou o prefeito.

    Localizada à Rua Sabiá, Setor Maracanã, a Reciclarte conta com um galpão (auditório), três salas, sala administrativa, cozinha, banheiros, área de lazer e jardim, podendo ser posteriormente ampliada de acordo com a demanda.

    “Esse prédio foi construído com um recurso do Ministério das Cidades para a implantação de uma unidade de reciclagem. Essa unidade estaria em um lugar totalmente inadequado, isso veio da gestão anterior, pois não é possível instalar uma unidade de reciclagem dentro de um bairro residencial, ao lado de um posto de saúde”, explicou Ronaldo Dimas.

    Funcionamento

    As inscrições serão abertas na segunda quinzena de março e o início das atividades será no início de abril. Inicialmente, serão ofertadas 600 vagas para pessoas com idade mínima de seis anos, priorizando o atendimento aos trabalhadores da reciclagem (catadores de lixo) e suas famílias. As outras serão abertas aos estudantes da rede pública municipal e à comunidade em geral.

    Com atividades nos três turnos, a instituição ofertará cursos de reciclagem, teatro, dança, música (teoria e prática de canto e instrumentos como teclado, violão, sanfona, flauta, bateria), capoeira, cinema e artes plásticas.

    Nova Rodoviária

    Na oportunidade, Dimas realizou a entrega do primeiro pavilhão do terminal rodoviário, cuja reconstrução foi custeada, em parte, com recurso da não-realização da festa de Carnaval do ano passado. “Já era uma vontade antiga minha de trabalhar uma escola de artes em Araguaína”, afirmou o prefeito.

    Acompanhado de vereadores e secretários municipais, o prefeito vistoriou todas as instalações da estrutura que agora conta com 15 guichês, salas administrativas, banheiros com acessibilidade, fraldário, sala Vip, duas lojas, três lanchonetes e guarda-volumes. A reconstrução contemplou ainda a troca do calçamento, reforma de todas as instalações elétricas e hidráulicas.

    “É uma das portas de entrada da nossa cidade, e é importante que as pessoas que chegam aqui percebam que Araguaína já mudou e continua mudando”, comentou o presidente da Agência de Segurança Trânsito e Transporte (ASTT), Fábio Astolfi.

     No decorrer desta semana, assim que a concessionária de energia elétrica efetuar as ligações já solicitadas, os comerciantes provisoriamente acomodados no segundo pavilhão serão notificados para efetuar a assinatura de seus respectivos contratos e poderão providenciar a transferência para as novas instalações. Em seguida, as obras do segundo pavilhão serão iniciadas.

    Com informações da Ascom Prefeitura de Araguaína

  • Balé Popular do Tocantins abre seleção para 200 novos participantes

    ARTE - 20.02.17 13h39

    O Balé Popular do Tocantins oferece 200 novas vagas para aulas gratuitas de ballet clássico, jazz, danças urbanas e dança contemporânea. A partir deste semestre, além das aulas no Colégio da Polícia Militar de Palmas, serão ofertadas aulas em mais duas escolas, no Colégio Girassol de Tempo Integral Raquel de Queiroz e na Escola Estadual Vila União.

    Os interessados em participar do processo seletivo devem procurar a Gerência de Cultura da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), no endereço 103 Sul, Av. LO -01, nº 63, Ed. Jocelino Pinto, Plano Diretor Sul – Em frente ao Hotel Pousada das Artes, ou entrar em contato por telefone no 3218-1401, no período de 20/02 a 03/02, das 13h às 18h.

    Segundo a professora do projeto, Márcia Regina, a seleção irá acontecer no dia 4 de março no Colégio da Polícia Militar de Palmas. “Os alunos interessados participarão de uma aula, em que são avaliados pelos professores para saber se têm aptidão para a dança. É importante lembrar que, as turmas que estamos iniciando, neste ano, são exclusivas para alunos da rede pública estadual, já as turmas remanescentes de 2016, nas quais são disponibilizadas 20 vagas, estão abertas para a comunidade em geral”.

    Podem participar da seleção crianças a partir de 7 anos, desde que cumpram os requisitos do processo seletivo. Crianças e adolescentes, menores de 18 anos, deverão estar acompanhados de seus responsáveis.

  • Associação de ateus tenta impedir realização do "Palmas Capital da Fé"

    NA JUSTIÇA - 15.02.17 09h27

    O juiz Manuel de Faria Reis, da 1ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas, indeferiu no início da tarde desta terça-feira, 14, o pedido de suspensão do Carnaval "Capital da Fé”, feito pela Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea) em Ação Civil Pública contra a Prefeitura da Capital, organizadora do evento, que será realizado entre os dias 24 e 28. Na decisão, o magistrado afirma que o ato do município para a realização do Capital da Fé "reveste-se de legalidade”.

    Reis ainda criticou a iniciativa da Atea de promover a ação: "Diga-se de passagem, [o evento da prefeitura] tem sido elogiado pela maioria de sua população, notadamente por promover a paz, a tolerância, o respeito, a união familiar, diferentemente dos eventos em época pretérita onde o município patrocinava festas de carnaval com artistas a peso de ouro estimulando, indiretamente, o uso de entorpecentes, drogas, álcool, promiscuidades entre outros funestos efeitos e, segundo consta nesta Comarca, jamais foi proposta qualquer ação nesse sentido, ou seja, de se tentar coibir ou obstaculizar o gasto público com tais eventos”.

    O juiz afirma que “o termo Estado laico vem sendo utilizado no Brasil como fundamento para a insurgência contra a instituição de feriados nacionais para comemorações de datas religiosas, a instituição de monumentos com conotação religiosa em logradouros públicos e contra o uso de símbolos religiosos em repartições públicas". Até mesmo a expressão "sob a proteção de Deus “, observou Reis, constante no preâmbulo da Constituição da República vem sendo alvo de questionamentos.

    Contudo, o magistrado diz que é importante ressaltar que "o conceito de Estado laico não deve se confundir com Estado ateu”. "Tendo em vista que o ateísmo e seus assemelhados também se incluem no direito à liberdade religiosa”, disse na decisão. "Assim sendo, confundir Estado laico com Estado ateu é privilegiar esta crença (ou não crença) em detrimento das demais, o que afronta a Carta Magna.”

    Assim, o juiz defendeu que "muito mais adequado do que chamar a República Federativa do Brasil de Estado laico, seria chamá-la de Estado plurireligioso, que aceita todas as crenças religiosas, sem qualquer discriminação, inclusive a não crença".

    Reis ressaltou que a doutrina afirma que o princípio da maioria, juntamente com os princípios da igualdade e da liberdade, é princípio fundamental da democracia. "Aristóteles já dizia que a democracia é o governo onde domina o número. Nesse diapasão, verifica-se pelas reportagens colacionadas aos autos a maciça aceitação deste evento”, disse o magistrado.

    "Destas considerações, se pode aduzir que, embora o Estado deva dispensar tratamento igualitário a todas as religiões, bem como deixar que funcionem livremente, com base no princípio da maioria, pode optar, quando necessário for”, defendeu Reis. Segundo ele, "o que determina a preferência estatal por determinado credo é a vontade majoritária popular, que não obstante às razões históricas, pode se modificar, mormente como se vê nos tempos atuais em que as seitas evangélicas vêm ganhando força política, importando até mesmo na eleição de representantes”. "Embora o Estado deva respeitar e proteger os não crentes e os crentes de outros cultos, não nos parece adequado que o Estado deva suprimir de seu ofício qualquer alusão a determinado culto religioso, ou deixe de colaborar com este por causa de uma minoria insatisfeita, que tem toda a liberdade, constitucionalmente assegurada, de pregar a sua crença ou não crença, com o fim de conquistar novos adeptos, bem como eleger seus representantes para que defendam seus interesses perante o Estado.”

    O juiz ainda afirmou que a Atea pressupõe com sua ação que "o Município de Palmas ao promover tal evento religioso-evangélico, estaria por certo a aplicar recursos públicos”. "Não obstante, não trouxe qualquer prova nesse sentido que possa corroborar suas alegações”, concluiu Reis.

    Ele ressaltou ainda que o Ministério Público Estadual, em versões anteriores do evento, observou a eventual aplicação de recursos públicos, uma vez que na versão 2016, por meio de sua intervenção, "o Município de Palmas rescindiu a contratação precária de empresa especializada, notadamente fruto da fiscalização Ministerial”.

    Reis ainda disse que "causa estranheza uma associação com sede em São Paulo estender suas preocupações com tão distante Estado da Federação, importando ressaltar que a atuação Ministerial no Tocantins tem sido exemplar em casos tais".

    Fonte: Portal CT

  • Confira as atrações da terceira edição do evento "Palmas capital da fé"

    FERIADO DE CARNAVAL - 02.02.17 11h17

    Padre Fábio de Melo é uma das atrações do Carnaval da Fé.

    O feriado de Carnaval em Palmas vai ser mais uma vez marcado por uma programação religiosa. O "Palmas capital da fé" começará no dia 24 e seguirá até 28 de fevereiro com shows de bandas evangélicas e católicas. Um dos destaques é o cantor gospel Fernandinho. O padre Fábio de Melo também participará do evento pela segunda vez.

    Este é o terceiro ano consecutivo que a prefeitura promove shows cristãos. O evento será realizado na Vila Olímpica, ao lado do estádio Nilton Santos, região sul da capital. A expectativa da prefeitura é receber 180 mil pessoas durante os cinco dias.

    A programação foi anunciada na manhã desta quinta-feira (2). Segundo o município, ao todo serão 26 atrações musicais. Participam do evento as bandas católicas Rosa de Sarom, Adoração e Vida e a cantora Adriana Arydes.

    Também sobem ao palco os cantores gospel: pregador Luo, Thiago Makie, Priscilla Ancântara, Anderson Freire, André e Felipe e a banda Preto no Branco.

    Fonte: G1/TO

  • Trio dança 'Deu Onda' e vídeo atinge mais de 2 milhões de visualizações

    DO TOCANTINS - 20.01.17 17h54

    Uma coreografia da música "Deu Onda", feita por um estudante de educação física de Palmas já alcançou mais de 2 milhões de visualizações no Youtube até esta quinta-feira (19). Sucesso de MC G15, o vídeo foi feito com um celular, na academia onde Jhonnys Marks Ribeiro Carvalho, de 21 anos, trabalha como coreógrafo e teve a participação de duas alunas dele.

    Marks acredita que o vídeo publicado no dia 28 de dezembro de 2016 tem feito sucesso porque foi uma das primeiras postagens com a coreografia da música no Youtube.

    "Assim que a gente ouviu 'Deu Onda', corremos e resolvemos gravar porque achávamos que a música ia estourar. Daí achei que o pessoal ia procurar a nossa coreografia. Quando a gente postou só havia mais um outro vídeo com a dança. Então, quando o pessoal pesquisava para aprender a dançar, já encontrava a minha, que é fácil de aprender."

    Coreógrafo há três anos, Marks costuma convidar as alunas para gravar os vídeos. Ele também faz sucesso na internet com outras coreografias. Uma delas, "Rátá Tá Tum Tum", do Wesley Safadão, chegou a ser compartilhada pelo cantor no perfil dele no Instagram. "Quando vi sentei no chão, fiquei com as pernas moles", brinca.

    O estudante conta que não fazia as postagens no canal com a expectativa de que tivessem muitas visualizações.

    "Eu postava para poder salvar as coreografias. Daí podia olhar quando quisesse. Deixei aberto para quem quisesse ver também. Quando eu postei 'Vou desafiar você' [funk do Mc Sapão], que teve mais de 100 mil visualizações, me empolguei e continuei postando", conta.

    Após o sucesso com um vídeo caseirio de 'Deu Onda', uma produtora da capital ficou interessada e decidiu produzir outro vídeo de Marks. Atualmente o canal do coreógrafo já tem mais de 48 mil inscritos. O objetivo inicial era alcançar 20 mil pessoas.

    Deu onda

    Sucesso de MC G15, o funk "Deu onda", chegou ao terceiro lugar no ranking mundial de músicas tocadas no YouTube. A lista mais recente, que se refere ao período de 30 de dezembro a 5 de janeiro, coloca a música apenas atrás de "Chantaje", de Shakira, e "Closer", do Chainsmokers, em execuções no site.

    No Brasil, "Deu onda" continua em 1º lugar entre as músicas mais tocadas nos principais serviços de streaming: Spotify, Apple Music e Deezer, posição que ocupa desde o final de 2016.

    O vídeo com o clipe da música, publicado no dia 21 de dezembro de 2016, já ultrapassou 100 milhões de visualizações no Youtube em menos de um mês.

    Fit Dance

    Sucesso na atualidade, as aulas ensinam as coreografias do momento e são aposta das academias que investem em postagens de vídeos na internet. Além de divertida, a modalidade chamada Fit Dance ajuda a perder calorias.

    Fonte: G1/TO

  • Crise de pânico fez Paulo Vieira começar a trabalhar com humor

    ENTREVISTA - 17.01.17 13h01

    Paulo Vieira integra a equipe do Programa do Porchat, que vai ao ar de segunda a quinta-feira, à 0h15, na Record TV. O ator e humorista de apenas 23 anos nasceu em Trindade, no interior de Goiás, e se mudou para Palmas, no Tocantins, ainda na infância e começou a estudar teatro aos cinco anos. No camarim do programa, ele contou ao R7 sobre o início da carreira.

    — Comecei a fazer teatro muito cedo, com cinco anos de idade. Aos 12, fiz a minha primeira peça profissional lá em Palmas. Na época, era um lugar que tinha pouca coisa cultural, então foi uma coisa que fez com que as pessoas me conhecessem e começassem a torcer pela minha carreira.

    Graças a um conselho de Fábio Porchat, Paulo começou a fazer stand up comedy.

    — Teve uma vez que eu estava produzindo uma peça do grupo Comédia em Pé, que tinha o Fábio, e eles ficaram uns quatro dias por lá e fiquei responsável por apresentar a cidade para eles. Conversando sobre o que fazia, o Fábio falou que eu deveria fazer stand up. Contei o que fazia na peça e ele disse que eu já fazia stand up. Aí eu estreei com eles nessa temporada fazendo um número de três minutos.

    A apresentação fez tanto sucesso que Paulo foi chamado para se apresentar mensalmente em um restaurante de Palmas, mesmo sem ter um texto de espetáculo escrito. Foi do improviso no restaurante que o humorista começou a se interessar pelo stand up comedy.

    Sempre de bom humor, Fábio Pochat entrou no camarim e participou da entrevista, fazendo inúmeras brincadeiras com o amigo.

    — É tudo mentira o que ele está falando.

    Porém, não foi só a dica de Porchat que fez com que Paulo começasse a fazer humor. Um motivo mais sério o levou a fazer piadas: ajudar a mãe a se curar de uma crise do pânico.

    — Sempre fui o engraçado da turma, mas onde fazia teatro era uma escola séria, então a professora embutia na cabeça da gente que teatro de verdade era drama. Por isso, eu não levava a comédia muito a sério, achava que era uma coisa mais boba, mas mudei de ideia e comecei a fazer humor quando minha mãe teve síndrome do pânico. A psiquiatra falou que quando ela ficasse muito nervosa, precisava distrai-la. Aí comecei a fazer comédia para ajudar minha mãe e foi quando mudou a minha concepção. Passei a ver que a comédia era o riso destilado. Quando não tinha mais do que chorar, ria dos problemas da vida.

    Entre uma brincadeira e outra com Porchat durante a entrevista, Paulo ainda contou que a parte que mais gosta no programa é a interação com a plateia.

    — Adoro a relação com a plateia, gosto muito. Acho, no palco, o melhor momento do programa. Embora a reunião de pauta, o camarim e tudo mais seja incrível, acho muito bom esse clima, a pateia dá uma quebrada.

    Para 2017, Paulo espera desempenhar um bom trabalho.

    — A única coisa que desejo para 2017 é fazer um bom trabalho, fazer valer a minha presença no programa.

    Mais uma vez, Porchat brincou com o comediante.

    — Vê se muda alguma coisa de 2016 pra 2017, porque foi difícil.

    Humilde, Paulo explicou o motivo pelo qual quer desempenhar um bom trabalho.

    — Acho que ganho muito bem, então, às vezes, acho que não estou fazendo valer isso.

    Às gargalhadas, Porchat não perdeu a oportunidade de fazer gracinha com o amigo.

    — Não é só você que acha não, viu?

    O clima de descontração e de amizade entre os dois vai além das gravações e das brincadeiras nos bastidores. Tanto que eles fazem até apostas e se boicotam.

    — Convidei o Fábio para fazer uma disputa para ver quem emagrecia mais, mas ele é tão terrível que não só não topou a brincadeira como um dia depois me carregou para o restaurante e pediu 15 porções de coisas maravilhosas e comemos igual a dois cavalos. Ele passou até mal.

    Depois de muita risada e descontração, Paulo Vieira contou que quer conquistar a confiança de todos os que trabalham com ele.

    — Quero fazer um bom trabalho. Com o tempo, você vai mostrando o seu trabalho e as pessoas vão botando mais confiança em você. Cheguei no programa com a confiança do Fábio, então preciso conquistar a confiança dos diretores, da Record e de todas as pessoas.

    Apesar de descansar no período de férias, já que a atração retorna à grade de programação em março de 2017, o humorista lamenta a pausa.

    — Estou meio triste com essas férias. Embora também queira descansar e tudo, especialmente descansar do Fábio [risos], estou lamentando porque a gente engrenou muito nas últimas semanas. Acho que a gente está encontrando o caminho. Espero que a gente continue no ano que vem de onde a gente parou agora. Acho que em junho a gente vai ter um programa excelente. Já é o melhor programa da TV brasileira, acho que a gente vai ter um topo mundial mesmo.

    Vieira ainda declarou que teve um ano difícil e que a vida começou a mudar depois de entrar para o Programa do Porchat.

    — Saí do meu emprego anterior, que foi um pouco traumatizante, porque não tinha mostrado trabalho nenhum lá. Fiquei um ano recebendo sem trabalhar, querendo mostrar meu trabalho e ouvindo promessas. Acabou que não trabalhei. Sempre tive muita vontade de estar na televisão. Não pela questão da fama, mas porque gosto mesmo de televisão. Eu assisto, estudo televisão, vejo programas com olhar de quem quer fazer documentário, filme. Gosto muito e sempre quis fazer televisão e filme. Então, quando não aconteceu nada, achei que não era para mim. O Fábio me chamou em março para o programa, mas falou para eu não ter expectativas. Em junho começavam os testes com mais pessoas. E entrei no programa em julho e foi quando começou meu ano mesmo.

    Mas o humorista tirou uma lição do tempo em que não estava realizado profissionalmente, mesmo estando empregado.

    — Os primeiros meses foram bons mesmo para dar uma pensada na vida, nos meus objetivos. Foi bom ter sido demitido logo no meu primeiro ano de TV, porque achava que era o final, que eu tinha chegado lá. Mas não é isso, não tem um final. É um caminho chamado carreira, não é um game que você chega num lugar e conquista uma coroa, todo dia importa, todo dia sua carreira está em jogo. E precisa se divertir também nesse caminho.

    Fonte: R7

  • Ilhas do Caribe pagam US$ 300 para você visitá-las em 2017

    VIAGEM - 07.01.17 09h56

    As Ilhas Virgens Americanas, no Caribe, estão em festa em 2017. O arquipélago comemora que há 100 anos foi comprado pelos Estados Unidos e deixou de ser dinamarquês. Mas quem ganhará o presente são os convidados da festa: os turistas, que receberão um voucher de 300 dólares.

    Qualquer um que passar mais de três noites consecutivas em pelo menos uma das três ilhas –Saint Thomas, Saint John e Saint Croix– será presenteado. O voucher poderá ser aproveitado em atividades culturais e históricas.

    Basta agendar a viagem no site de turismo das ilhas e reservar um dos hotéis participantes do programa do governo. É preciso fazer a reserva até 1º de outubro, para realizar a viagem até 31 de dezembro.

    As Ilhas Virgens Americanas são até hoje dependentes dos Estados Unidos. A festa é comemorada no dia 31 de março, quando os norte-americanos pagaram 25 milhões de dólares para serem donos do arquipélago.

    Para brasileiros, passagens de ida e volta até a ilha Saint Croix em março, partindo de São Paulo com uma conexão, custam a partir de 4 mil reais, segundo o site Skyscanner.

    Fonte: Exame

  • Pastor Cláudio Duarte participa de seminário em Araguaína

    EVENTO GOSPEL - 15.12.16 09h35

    Da Redação

    O pastor Cláudio Duarte participará nesta quinta-feira (15) de um evento em Araguaína: o Seminário Claudio Duarte para o Brasil - A Família Pede Socorro.

    O evento será realizado no Centro de Atividades do Trabalhador (CAT), no Setor Brasil e está marcado para começar às 19 horas.

    Com um jeito bem humorado e descontraído de pregar a palavra de Deus e palestrar sobre família, especialmente sobre vida conjugal, Pastor Cláudio Duarte é membro da Igreja Batista desde 1992 e tem ganhado destaque nas redes sociais. Só em sua página no Facebook o pastor já conta com quase 700 mil seguidores

    Os interessados em participar do evento podem adquirir os convites que custam de R$ 40 a R$ 50 reais no Comercial Yana. 

  • Vila de Natal começa a ser montada na Praça das Nações

    ARAGUAÍNA - 09.12.16 11h09

    A tradicional Vila de Natal de Araguaína retorna este ano à Praça das Nações São Luís Orione. A montagem da estrutura, que contará com a casinha do Papai Noel, casinhas dos duendes, além de luzes, bonecos e árvore de natal, já foi iniciada. Nesta terça-feira, as equipes responsáveis pela montagem da estrutura já trabalhavam em ritmo intenso para que tudo fique pronto para acomodar o bom velhinho e agradar aos seus visitantes.

    A abertura para visitação será no dia 15 e segue até o dia 24. Nesse período haverá atrações culturais, como a chegada do Papai Noel, no dia 16, e a Cantata de Natal, que acontece no dia 17 e reunirá 500 vozes de alunos da Rede Pública Municipal de Ensino.

    Os visitantes também poderão apreciar a exposição dos presépios inscritos no 2º Concurso de Presépios, que terá premiação total de R$ 3 mil divididos entre os cinco melhores colocados. A competição encerrará no dia 24, com a premiação aos vencedores. 

    Fonte: Ascom Prefeitura

  • Cinebiografia da cantora Elis Regina estreia no Cine Cultura

    EM PALMAS - 06.12.16 11h04

    Baseado na vida da cantora Elis Regina, o longa-metragem ficção, “Elis” (2016), de Hugo Prata, estreia no Cine Cultura nesta quinta-feira, 8, com exibição às 20 horas. A cinebiografia apresenta cronologicamente os 18 anos de carreira da cantora gaúcha que notabilizou a Música Popular Brasileira (MPB) na década de 60, no Rio de Janeiro, e se tornou uma das maiores cantoras do País.

    Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente na sede da Fundação Cultural de Palmas (FCP), das 8h30 às 14h30, ou na bilheteria do cinema, a partir das 18 horas. Valores: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

    Elis Regina começou a cantar na infância e deixou o Rio Grande do Sul para dar passos mais largos na carreira. Apelidada de Pimentinha por Vinícius de Moraes, por causa do gênio forte, a estrela lançou clássicos da MPB, como “Alô Alô Marciano”, “Fascinação” e “Como Nossos Pais”.

    A interpretação de Andrea Horta conquistou o Kikito, prêmio máximo concedido no Festival de Gramado, que também premiou o filme pela montagem e, na categoria Júri Popular, “Elis” levou o prêmio de melhor filme.

    Fonte: Com informações Secom Palmas

Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo