Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Curioso

Dieta funcional: Descubra agora o que é e quais os seus benefícios

15/03/2019 13h56 | Atualizado em: 15/03/2019 19h21

Divulgação

Existem várias dietas disponíveis na internet, e quem quer emagrecer ou ganhar massa muscular pode ter alguma dificuldade na hora de escolher qual dieta seguir. No artigo de hoje vamos falar sobre a dieta funcional, que é ainda mais benéfica para a sua saúde e beleza por usar apenas alimentos funcionais, sem ser restrita, e por isso também é usada para quem busca uma alimentação mais saudável.

Veja a seguir o que é a dieta funcional, para que serve, como ela funciona e os benefícios que ela pode oferecer, além de ver os exemplos de dieta funcional para ganhar massa muscular e emagrecer que separamos pra você.

O que é Dieta funcional?

Dieta funcional é um tipo de alimentação feita apenas com alimentos funcionais, que além de serem nutritivos, oferecem vários benefícios para a saúde, como falaremos a seguir.

Para que serve?

A dieta funcional não serve apenas para quem quer emagrecer ou ganhar massa muscular, mas também para quem busca uma alimentação mais equilibrada, comendo apenas alimentos funcionais, que garantem que o seu organismo funcione melhor, e podem ajudar a prevenir várias doenças.

Como funciona a Dieta funcional?

A dieta funcional funciona como uma verdadeira reeducação alimentar, corrigindo os seus hábitos alimentares prejudiciais e promovendo o melhor funcionamento do organismo, além de suprir as carências nutricionais.

Você vai precisar fazer seis refeições: Café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

Benefícios

Como falamos, a dieta funcional oferece vários benefícios para a saúde, pois usa alimentos que potencializam o funcionamento do organismo, além de serem nutritivos e saudáveis.

Também ajuda a reduzir o estresse, os sintomas da TPM e a retenção de líquidos.

Dependendo da quantidade e das receitas, a dieta funcional também pode ajudar a ganhar massa muscular ou a emagrecer, como falaremos a seguir.

Dieta funcional para ganhar massa muscular
Se o seu objetivo é ganhar massa muscular (hipertrofia) e otimizar os resultados da academia, existem alguns alimentos funcionais que podem te ajudar nisso.

Inclua no seu cardápio:

  • Proteínas de origem animal (carnes e ovos)
  • Carboidrato (aveia, legumes, frutas e vegetais)
  • Gorduras boas (abacate, azeite extravirgem)
  • Alimentos que estimulam a produção de colágeno (banana, aveia)
  • Consultar um nutricionista esportivo com foco em alimentação funcional pode trazer resultados incríveis, mesmo que você não seja um atleta profissional. 
Dieta funcional para emagrecer

A dieta funcional para emagrecer está ganhando cada vez mais adeptos, justamente porque usam apenas alimentos que auxiliam o melhor funcionamento intestinal, a queima de gorduras e a eliminação das toxinas, que proporcional a perda de peso.

Exemplo de um cardápio diário:

- Café da manhã: 1 copo de suco de abacaxi com hortelã, e fatia de pão light com queijo branco

- Lanche da manhã: 1 fruta

- Almoço: 1 concha de espaguete com molho de tomate, 3 colheres de carne moída magra, 1 colher de queijo parmesão ralado e uma salada de folhas verdes

- Lanche da tarde: 1 polenguinho

- Jantar: 2 fatias de carne assada com 1 palmito, 3 colheres de sopa de quiabo refogado com tomate, cebola e alho

- Ceia: Uma xícara de chá

Dieta funcional funciona mesmo?

Sim. A dieta funcional realmente funciona, tanto para quem quer emagrecer quanto para quem quer construir mais músculos (hipertrofia), mas é importante lembrar que nenhuma dieta funciona sem disciplina, e que os resultados são ainda melhores quando a dieta é acompanhada de uma rotina de exercícios físicos regulares.

Cardápio Dieta funcional

Não existe um cardápio único e pré-definido na dieta funcional, pois vai depender do seu objetivo (emagrecer, manter o peso ou ganhar massa muscular), além de poder ser montado de acordo com as suas preferências.

Para que a dieta funcional seja efetiva, o seu cardápio deve conter muitas fibras (solúveis e insolúveis), alimentos antioxidantes e desintoxicantes, como laranja, uva preta, cenoura e castanha-do-pará, e gorduras boas, como azeite extravirgem, nozes e abacate. Os alimentos prebióticos e probióticos também fazem parte do cardápio da dieta funcional, como o tomate, alho, cebola, alcachofra, leite fermentado, banana, beterraba e aspargos.

Além dos exemplos que demos anteriormente, para ter um cardápio mais eficiente para o seu caso, indicamos procurar a ajuda de um nutricionista funcional.  

O que não pode comer na dieta funcional?

A dieta funcional prioriza os alimentos orgânicos, e incentiva a reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, alimentos industrializados, açúcar e adoçantes, laticínios e alimentos com glúten.

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.