Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Seg
22/12/14
Araguaína

Pancadas de Chuva

32º 20º

Ministério Público afirma que crimes organizados, como PCC e Comando vermelho, estão agindo no Tocantins

11/09/2013 07h39 | Atualizado em: 11/09/2013 16h59
Texto:
Gostou?
  • (1)
  • (0)
Compartilhe:
Divulgação

Alberto Rocha 
Da Redação
 

A notícia de que o crime organizado já está atuando no Tocantins pegou muita gente de surpresa. O comunicado veio através do promotor de justiça, Benedito Guedes, durante realizada recentemente para discutir segurança pública e saúde.

Algumas pessoas que participavam da reunião ficaram boquiabertas com a notícia de que grupos criminosos organizados, como Comando Vermelho, CV, e o Primeiro Comando da Capital, o PCC, estão se instalando suas bases no Estado, principalmente nas maiores cidades, como Palmas e Araguaína.

Documentos

O promotor Benedito Guedes foi enfático ao fazer a denúncia que, segundo ele, é gravíssima. Para Guedes, o Ministério Público tem documentos que comprovariam a chegada definitiva do crime organizado no Estado. Muitas das ações criminosas que vem acontecendo no Tocantins já poderiam ser atribuídas ao PCC e ao Comando Vermelho. “No Tocantins, não é dado treinamento adequado para as polícias combaterem o crime organizado. Aqui falta estrutura, efetivo e até viatura, muitas delas não vão para as ocorrências porque estão com os pneus furados ou sem combustível. A segurança pública é uma brincadeira”, disse.

Rituais do crime organizado

Benedito disse que outros criminosos que desejam entrar para esses grupos organizados são obrigados a participar de rituais de batismo nos presídios do estado. Dentre esses rituais, pode estar o extermínio de autoridades, como juízes, promotores, políticos e até policiais.

Araguaína

Para o delegado de polícia civil, Manoel Rérisson, Araguaína é uma cidade tranquilha para se viver. Mas o promotor rebateu e chegou a dizer que Araguaína está entre as cidades mais violentas do Brasil. Dados estatísticos comprovariam essa realidade. Ainda, de acordo com o MP, Araguaína já teria superado Imperatriz, no Maranhão, com relação ao índice de violência.

Críticas

O promotor estava disposto a denunciar. Guedes disse que prioridades na segurança pública não estariam sendo implantadas pelo Estado. Na reunião ele afirmou que o governo perdeu dinheiro porque não teria apresentado projeto para a área da segurança pública. Benedito citou a Casa de Prisão Provisória de Araguaína –CCPA, que está fechada há mais de um ano, o que leva os presos temporários a conviver com os condenados nos presídios.

Outra denúncia feito pelo MP diz respeito à falta de estrutura para investigação policial. Benedito declarou que o governo federal doou um aparelho chamado de verificador genético, uma espécie de laboratório, que permite fazer, por exemplo, exames que poderiam ajudar em esclarecimento de crimes como estupro, dentre outros. Gudes afirma que o laboratório teria sido instalado no Tocantins, mas o aparelho não teria entrado em funcionamento até agora. “O Tocantins não leva a sério a questão da segurança pública. Isso é culpa do despreparado e da falta de compromisso”, disse Guedes.

Concentração de delegados em Palmas

Outro ponto levantado pelo promotor foi com a possível concentração de delegados de polícia civil, na capital. Guedes afirmou que só em Palmas existem atualmente cerca de 60 delegados, enquanto que em Araguaína só tem 10. “A grande concentração de delegados na capital não se justifica, a não pelo apadrinhamento e interferência política”, disse o promotor, afirmando ainda que nas cidades vizinhas a Araguaína não tem nem delegacias.

Polícia Militar

O comandante geral da polícia militar do Tocantins, coronel Luis Cláudio Benício, não comentou a declaração do promotor. Seu discurso ficou mais centrado na questão do efetivo da polícia militar, principalmente do concurso público que está em andamento e que vai oferecer 300 vagas para soldados. Benício disse também que o efetivo da polícia militar no Estado deveria ser de 8 mil homens e não de cerca de 3.890 soldados existentes hoje, sendo que deste total, muitos estão reformados e outros já estão perto de conseguir a aposentadoria.

Polícia Civil

Já o delegado Manoel Rérisson, da polícia fazendária,chegou a dizer que o governo do estado vem fazendo investimentos na segurança pública, através de empréstimos feitos no Banco Nacional de Desenvolvimento Social – BNDES. Segundo o delegado, o dinheiro vem sendo investido em compra de helicóptero, construção de delegacias e manutenção dos complexos prisionais do estado, além de compra de móveis, equipamento e estrutura predial.

Entenda

Comando Vermelho

Organização criminosa no Brasil, criada em 1979 na prisão Cândido Mendes, na Ilha Grande, Rio de Janeiro, como um conjunto de presos comuns e presos políticos. Os presos comuns assaltava a população do Rio de Janeiro, praticava todo o tipo de crime, desde tráfico de drogas até cassinos de jogos de azar, prostituição e escravidão de estrangeiros, como também tráfico de órgãos humanos. O Comando Vermelho foi uma das organizações criminosas mais poderosas do Brasil. Ainda controla partes da cidade e é comum encontrar ruas pichadas com as letras "CV" em muitas favelas do Rio de Janeiro. Entre os integrantes do CV que ficaram famosos, estão o líder da facção Fernandinho Beira-Mar, Marcinho VP, Mineiro da Cidade Alta, Elias Maluco e Fabiano Atanazio.

PCC

Primeiro Comando da Capital (PCC) é uma organização criminosa paulistana, criada supostamente com o objetivo manifesto de defender os direitos de pessoas encarceradas no país. Surgiu no início da década de 1990 no Centro de Reabilitação Penitenciária de Taubaté. Hoje a organização é comandada por presos e foragidos, principalmente no estado de São Paulo. Vários ex-líderes estão presos, como o criminoso Marcos Willians, vulgo Marcola, que atualmente cumpre sentença de 44 anos, principalmente por assalto a bancos. O PCC conta com vários integrantes, que financiam ações ilegais em São Paulo e em outros estados do país. 

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (1)
  • (0)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.