Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Qui
21/06/18

Luana: Danielle perdeu a vida para “o machismo”

08/03/2018 08h52 | Atualizado em: 09/03/2018 11h29
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:
(Foto: Benhur de Sousa)
Deputada Luana discursa na solenidade do Dia da Mulher, na AL, nesta quarta.

A deputada estadual Luana Ribeiro (PDT) comentou na sessão solene da Assembleia em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, na tarde desta quarta-feira, 7, a soltura do médico Álvaro Ferreira da Silva, suspeito de ter assassinado sua ex-companheira, a professora Danielle Lustosa Grohs, em dezembro.

Para Luana, como Danielle, há muitas outras mulheres que “perderam suas vidas para o machismo, para o sentimento de posse, para a dor da ameaça e da perseguição”. “Basta!”, pediu a deputada em seu discurso.

Luana solicitou ao Ministério Público do Estado (MPE) que denuncie os acusados e indiciados por crime de feminicídio – cometido contra mulheres por discriminação de gênero.

A deputada ainda citou outros cinco casos recentes de violência contra a mulher, e crime de feminicídios ocorridos no Tocantins.

Neste mês, a parlamentar lançou uma campanha nas redes sociais para relembrar as vítimas. “Segundo o Atlas da Violência, houve aumento de 128% nos crimes contra as mulheres. Infelizmente o Tocantins lidera o hanking nacional. Mas essas mulheres não podem ser esquecidas”, disse.

Luana frisou que se tratava de um dia de homenagens, mas seria injusto não citar as mulheres que morreram em crimes de ódio por serem mulheres.

Sessão solene

Neste ano, a indicação de 16 homenageadas teve como base o trabalho dessas mulheres em benefício da sociedade e tudo o que elas inspiram e representam com seu talento e dedicação em várias atividades cotidianas. Elas receberam o diploma Mulher Cidadã das mãos dos parlamentares e de outras autoridades presentes.

Foram homenageadas: Ivanildes Louzeira Rocha, Maria Rosa de Castro Sales (in memoriam), Maria Aparecida dos Santos, Maria Cirqueira de Moreira, Maria Florismar do Espírito Santo, Maria Ruth de Sousa Almeida Lima, Marciane Machado da Silva, Mônica Avelino Arrais, Helaine de Oliveira e Silva, Cristina Leandro Donato, Xênia Pollyana de Amorim Galvão, Antônia Cássia Lopes Xavier, Eurídice Rodrigues Araújo, Maria Divina Gomes da Silva, Nazaré de Sousa Lima, Maria Izabel Bezerra Gomes, Deusany Batista de Castro, Antônia Monteiro de Almeida e Fernanda Gomes Brito.

Para a ex-quebradeira de coco e hoje chef de cozinha premiada no Brasil, Ruth Almeida, que recebeu a homenagem da deputada Luana Ribeiro, o momento é de honra. “Agradeço à minha família por acreditar em mim. Já fui faxineira, fiz muita comida na casa dos outros e hoje recebo esse reconhecimento. Já me disseram que eu não passaria de lavadeira de pratos e hoje estou aqui”, comemorou.   

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

?Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte?

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.