Impresso em: 21/01/2017 05:37:21
Fonte: http://www.portalonorte.com.br/plantao190-82744-vinte-pessoas-sao-rendidas-e-pai-e-filho-baleados-em-assalto.html

Vinte pessoas são rendidas e pai e filho baleados em assalto

07/01/2017 19:52:50

Portal O Norte
20 pessoas foram rendidas e duas acabaram baleadas durante ação criminosa.

Da Redação

Um grupo de criminosos invadiu uma residência em Araguaína e rendeu cerca de 20 pessoas. O proprietário da casa e seu filho acabaram sendo baleados pelos bandidos durante a ação.

O crime aconteceu por volta das 16h40 horas, em uma casa que fica localizada na Rua Lajes do setor Itaipu. Acontecia uma festa na residência no momento em que quatro criminosos chegaram no local em duas motos e armados entraram anunciando o assalto.

Os ladrões mandaram todos deitarem no chão e começaram a tomar os pertences de quem participava da festa. Eles pegaram joias, dinheiro, documentos e celulares das vítimas e quando se preparavam para fugir, foram surpreendidos com a chegada do dono da casa que estava acompanhado de seu filho. Percebendo a ação, o morador reagiu e efetuou disparos contra os bandidos. Houve troca de tiros e o proprietário da casa acabou atingido na perna esquerda e seu filho no braço direito. Segundo eles, um dos autores também foi ferido na mão, mas mesmo assim conseguiu escapar junto com os comparsas.

Baleados, pai e filho foram socorridos por terceiros e levados para o Hospital Regional de Araguaína (HRA).


(Fotos: Portal O Norte)

A Polícia Militar foi acionada e deu início às diligências na tentativa de localizar os autores que durante a fuga, abandonaram as duas motos usadas no crime. Os veículos foram encontrados no setor Palmas.

A polícia realizou buscas no endereço cadastrado das duas motocicletas e verificou ser a residência de um homem que segundo informações já tem passagens pela polícia, mas ainda não foi localizado.

As motos foram levadas para a Delegacia da Polícia Civil que dará continuidade nas providências legais cabíveis.


(Fotos: Portal O Norte)

A PM continua as diligências, mas até o fechamento desta matéria nenhum dos suspeitos havia sido preso.