Impresso em: 21/01/2017 05:37:46
Fonte: http://www.portalonorte.com.br/araguaina-82738-governo-do-estado-fechara-escola-publica-para-conter-gastos.html

Governo do Estado fechará escola pública para conter gastos

06/01/2017 19:28:58

Portal O Norte
CPU deve funcionar no prédio onde hoje é a Escola Alfredo Nasser.

Da Redação

Fundado na década de 70, o Colégio Alfredo Nasser de Araguaína deverá encerrar suas atividades para dar lugar ao Colégio Pré-Universitário que deve funcionar no prédio da unidade. Mas a proposta do Governo do Estado tem causado preocupação aos alunos e servidores do Nasser e levantado questionamentos por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Tocantins (Sintet).

O remanejamento dos alunos para outras unidades de ensino da cidade, foi pauta de uma reunião que aconteceu na Diretoria Regional de Ensino de Araguaína (DREA), onde diretores da escola foram convocados para participarem, exceto a diretora da escola Alfredo Nasser.

O Alfredo Nasser conta atualmente com um quadro de quase 46 funcionários e cerca de 400 alunos. Segundo o que foi discutido na reunião, os estudantes da escola devem ser transferidos para os colégios: Guilherme Dourado, Colégio de Aplicação, Colégio Jorge Amado e ainda para o Adolfo Bezerra de Menezes.


(Foto: Divulgação)

Jesulê Guida da Silva, presidente do Sintet levantou questionamentos a respeito da situação, um deles foi o fato de a diretora do Alfredo Nasser não ter sido convidada para participar da discussão. Ainda segundo o presidente, a posição do Governo do Estado não seria justificável tendo em vista o fechamento de uma escola pública para a implantação e funcionamento de uma unidade conveniada como o CPU.

O presidente destacou à imprensa, a preocupação do sindicato, bem como dos servidores que trabalham no Alfredo Nasser, no que diz respeito ao funcionamento da unidade como CPU, que segundo ele já deve se instalar com seu quadro integral de servidores.

Em 2015, o CPU quase foi fechado, isso porque a unidade funciona em um imóvel particular alugado, o qual o proprietário solicitou a desocupação. Na época os estudantes da unidade promoveram um protesto que teve como resposta do governo, o comprometimento de providenciar um novo prédio para alocar o colégio.

Seduc

Em nota encaminhada à imprensa, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), informou que o Alfredo Nasser possui 11 salas de aula, com turmas de 7° ao 9° ano do Ensino Fundamental e capacidade para atender até 1.100 alunos. Entretanto, a demanda prevista para o ano letivo de 2017 é de apenas 245 alunos, devidamente matriculados.

Já o CPU, que hoje funciona em um imóvel com oito salas, tem turmas do 6°Ano do Ensino Fundamental ao 3° Ano do Ensino Médio, com previsão para atender 643 alunos este ano.

Ainda de acordo com a nota, a decisão faz parte de medidas de contenção de gastos adotadas por este Poder Executivo e informou que , a Diretoria Regional de Educação de Araguaína está realizando estudos e levantamentos acerca da possibilidade em remanejar os alunos do Colégio Pré-Universitário para a Escola Estadual Alfredo Nasser, a qual possui infraestrutura melhor e capaz de atender todos os alunos daquela unidade escolar”.

A Seduc finaliza a nota afirmando que a reorganização das escolas que devem receber os alunos, pode ocorrer a partir de março após o término do cumprimento do calendário de reposição de aulas.