Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Expoara 2013: o evento mais desorganizado de Araguaína

10/06/2013 09h10 | Atualizado em: 10/06/2013 10h09

Divulgação

Lucro. Este foi o principal objetivo que o Sindicato Rural de Araguaína (SRA) teve ao elaborar o projeto da 45º edição da tão popular Exposição Agropecuária de Araguaina, que a cada dia perde o sentido de ser realizada, já que os responsáveis não se preocupam, entre outras coisas, com o bem estar do cidadão.

Não é preciso ir muito longe para constatar que a Expoara a cada dia se torna, na verdade, uma Exploração. Exploração sim! Ou vai dizer-me que você achou barato os altos preços cobrados durante a festa? Os preços, refiro-me, não só de ingressos, mas também das bebidas.

R$ 60 por um ingresso para o show de cantores que fizeram sucesso no ano passado? Como assim, SRA? Esse valor é cobrado em shows de artistas grandes, como Claudia Leitte, Chiclete com banana, Aviões do Forró (que em breve estará em Araguaína!)... Não é justo cobrar um valor tão alto por uns cantores tão, digamos, fracos.

Falando em fraqueza... Esta foi a pior edição da Expoara! Nas redes sociais, por exemplo, muitos araguainenses reclamaram dos artistas contratados para animar a expoara. Talvez seja por isso que o movimento no Parque de Exposição foi tão “fraco”.

Se compararmos a festa da 2º maior cidade do estado com a da cidade de Gurupi, aí sim diremos que a Expoara foi um fiasco. Olha os cantores que se apresentaram em Gurupi: Gian & Geovani, César Menotti & Fabiano, Bonde do Forró, Gabriel Gava e Mato Grosso & Mathias.

Limpeza

No quesito limpeza, os organizadores não se preocuparam muito com isso. Encontrar um cesto de lixo era o mesmo que procurar por uma agulha no palheiro. Missão (quase) impossível! A solução, para muitas pessoas, era jogar no chão as latas de cerveja, sacos de pipocas e etc.

Outra coisa que chamou bastante a atenção aos visitantes eram os currais. O que era aquele mau cheiro? Os funcionários não podiam limpar as fezes dos animais? Ao invés de aproximar o cidadão dos animais, as pessoas passavam longe deles. 

Cavalgada

Mas a Expoara foi marcada mesmo pela 25º Calvagada de Araguaína. Quanta brutalidade em um evento que era para ser caloroso, envolver (não em lutas corporais) a platéia e cavaleiros.

Ao meu ver, o que falta para a Expoara voltar a ser aquela festa que era referência em todo o Estado é o SRA deixar de pensar somente nos lucros e investir mais em shows e novidades, já que os araguainenses a cada dia se tornam mais exigentes.

Os araguaineneses não são alienados e querem uma festa decente que envolva toda a sociedade, não só a elite; os araguainenses querem uma festa que não vise somente o lucro, o dinheiro para o bolso de quem já tem muito.

Mal organizada. Estas são as palavras que definem a 45º Expoara deste ano.

Texto de Adriel Christian

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.