Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Sex
22/08/14
Araguaína

Predomínio de Sol

35º 19º

Homem mata ex-mulher e ex-cunhada; ex-sogra escapa por pouco

08/03/2012 09h02 | Atualizado em: 12/03/2012 07h22
Texto:
Gostou?
  • (17)
  • (5)
Compartilhe:

Da Redação
 

Em pleno Dia Internacional da Mulher, uma tragédia chocou os moradores do setor Céu Azul em Araguaína quando um homem matou brutalmente a ex-mulher, a ex-cunhada e tentou assassinar a ex-sogra, que mesmo baleada, ainda conseguiu escapar com vida e foi encaminhada para o Hospital Regional de Araguaína (HRA).

O crime aconteceu nesta quinta-feira, 08, por volta das 06h20min, quando o assassino, identificado como Didácio de Souza Melo, 37 anos, invadiu a residência onde estava sua ex-mulher, Layara Duarte Silva, 18 anos e a ex-sogra, Edileuza Maria de Souza, 46 anos e efetuou dois disparos de arma de fogo contra Layane, que foi atingida na cabeça e nas costas e mais dois contra dona EdiLeuza que atingiram a boca da vítima.

Em seguida, o assassino foi até a casa da vizinha onde dormia, Layane Duarte de Souza, 20 anos, irmã de sua ex-companheira. O criminoso invadiu a residência, e de acordo com vizinhos, Layane ainda tentou fugir se escondendo dentro do banheiro da casa, mas Didácio arrombou a porta e efetuou dois disparos contra a ex-cunhada, um tiro a atingiu no braço e o outro acertou fatalmente a vítima na cabeça.

Segundo vizinhos e amigos da Layane Duarte, irmã da ex-companheira de Didácio, a jovem era evangélica da Asssembleia de Deus Ciadseta, e muito querida pelos membros da igreja, amigos e familiares. "Ela não tinha nada a ver com isso, porque ele matou minha melhor amiga?", disse emocionada Elizabete que também era vizinha da família. Ainda conforme informações colhidas no local, o filho mais novo da família, Laílson Duarte Silva, 16 anos, se salvou porque jpa havia saído mais cedo para o trabalho.

De acordo com informações do HRA, Edileuza Maria está internada na sala vermelha e seu quadro no momento é estável, ou seja, a vítima não corre risco de morte.

Layara e o ex-companheiro tinham uma filha de um ano e nove meses de idade, no momento em que foi assassinada, a menor já havia sido levada para a Creche Municipal do setor.

Após a perícia no local, o corpo das duas irmãs foram encaminhados por volta das 09h00min para o Instituto Médico Legal de Araguaína (IML).

O assassino
Após o crime, Didácio se trancafiou na casa da amiga de Layane e temendo ser morto, ligou para veículos da imprensa local, informando ter cometido os assassinatos e disse que queria se entregar para a polícia. A essa altura os vizinhos já haviam acionado o 190. O assassino foi detido e encaminhado para a Delegacia de Plantão.
 



Layara Duarte Silva - Ex-companheira do assassino



Layane Duarte Silva - Ex-cunhada do assassino



Edileuza Maria de Souza - Ex-sogra do assassino


 


FOTOS EXTRA



 

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (17)
  • (5)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”

Publicidade
Publicidade

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.