Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Seg
20/11/17
Araguaína

Poss. de Panc. de Chuva a Tarde

32º 24º

Policiais Civis suspeitos de extorsão começam a ser ouvidos

18/05/2017 10h22 | Atualizado em: 19/05/2017 09h32
Texto:
Gostou?
  • (1)
  • (0)
Compartilhe:
Reprodução TV Anhanguera

Começaram a ser ouvidas em Araguaína, no norte do estado, as testemunhas do julgamento dos policiais civis Ademael das Neves Conceição e Genilson da Costa Feitosa. Eles são acusados de extorsão e tentativa de homicídio contra duas pessoas. Ao todo, 23 pessoas foram ouvidas no primeiro dia de audiência. Os dois já foram condenados em outro processo por exigir dinheiro para evitar prisões.

A audiência deveria ter começado no dia 23 de março, mas houve uma mudança na defesa dos réus e a audiência não aconteceu. Os policiais e um advogado são acusados de extorquir dinheiro de Luiz James e Wellington Gomes, sob o pretexto de que iriam entregá-los para a polícia ou acusá-los de vários crimes.

Entre as testemunhas convocadas a depor está o delegado responsável pela Delegacia de Investigação Criminal de Gurupi. Ele é testemunha de acusação no processo.

O advogado de defesa dos acusados disse a TV Anhanguera que os réus são inocentes. “É um momento oportuno para que a acusação tente provar o que acusa. Eu creio que não vá conseguir porque os fatos são diferentes da realidade. Não houve tentativa de homicídio”, disse.

Depois de ouvir as testemunhas e os acusados, o juiz deve decidi se o caso vai a júri ou não.

Entenda

Ademael das Neves Conceição e Genilson da Costa Feitosa foram presos em junho de 2016 suspeitos por envolvimento com tráfico de drogas, juntamente com outro policial. No final do ano, eles foram condenados por exigir vantagem indevida, pois teriam cobrado R$ 10 mil para não realizar a prisão de um homem.
Além disso, os dois também foram denunciados pelo Ministério Público Estadual por tentativa de homicídio e venda ilegal de veículos. Segundo o MPE, em 2014 os policiais e o advogado se dedicavam à venda de carros Finan - financiados e vendidos bem abaixo do preço de mercado.

Fonte: G1/TO

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (1)
  • (0)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”