Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Sáb
15/12/18

Após denúncia inquérito é aberto para investigar Olyntho e ex-assessor

05/12/2018 09h45 | Atualizado em: 06/12/2018 11h25
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:
Divulgação

O deputado estadual, Olyntho Neto e seu ex-assessor, Lívio de Morais Severino, agora também são alvos de investigação no caso do lixo hospitalar depositado de forma irregular em um galpão em Araguaína no início de novembro. 

Nesta terça-feira (04), a Polícia Civil através da Delegacia de Repressão a Crimes de Maior Potencial contra a Administração Pública (Dracma), que tem como titular o delegado Guilherme Rocha, abriu inquérito para apurar o provável envolvimento do parlamentar no escândalo depois que documentos encontrados mostrarem que Severino atuou como representante da empresa investigada enquanto trabalhava na Assembleia Legislativa. Um desses documentos seria uma procuração com data de março deste ano que dava poderes a Severino de atuar como representante da Sancil Sanantonio em negociações com o poder público.

A polícia teve acesso ao documento durante a apuração de uma denúncia anônima sobre um contrato da Sancil com uma prefeitura no interior do Estado.

Severino trabalhava como assessor de Olyntho Neto desde 2017 e de acordo com o Diário Oficial da Assembleia Legislativa, foi exonerado no último dia 23 de novembro, após o escândalo estourar.

O pai do deputado, o ex-juiz eleitoral João Olinto, é apontado pelos investigadores como sócio da empresa e teve mandado de prisão decretado, ficou foragido por 15 dias quando se entregou para a polícia e foi liberado pela justiça dois dias depois. O irmão de Olyntho Neto, Luiz Olinto, também é investigado suspeito de tentar dificultar os trabalhos de investigação e foi preso pela polícia mas também se encontra em liberdade.

O deputado estadual Olyntho disse que não faz parte do quadro societário da empresa; não responde por qualquer ato referente à vida particular de qualquer cidadão, seja ex-assessor ou não e declarou que seus assessores tem liberdade de exercer qualquer atividade que não interfira em suas atribuições junto ao gabinete.


 

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

?Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte?

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.