Publicidade
Publicidade
:
Seg
23/10/17
Araguaína

Parcialmente Nublado

37º 21º

Após repercussão Dove tira do ar publicidade racista

09/10/2017 11h28 | Atualizado em: 09/10/2017 11h40
Texto:
Gostou?
  • (1)
  • (0)
Compartilhe:
Reprodução
O caso repercutiu na imprensa do mundo todo, em veículos respeitados como a BBC e o The Guardian.

A imagem é estarrecedora. Uma moça negra utiliza a loção Dove e imediatamente tira sua negritude como se fosse uma capa de sujeira, tornando-se uma garota branca.

A imagem que associa a pele negra à sujeira e a pele branca à limpeza, foi divulgada pela Dove, uma das principais marcas de cosméticos do mundo, pertencente à multinacional Unilever, em sua rede social.

O conteúdo é tão explicitamente racista que muitos até duvidaram da veracidade da imagem. Mas, não, infelizmente, era mesmo verdade. Como a Dove pode ser tão racista? É a pergunta que fica.

Após protesto imediato de internautas no mundo todo, a campanha saiu do ar. Como era de se esperar, o caso repercutiu na imprensa do mundo todo, em veículos respeitados como a BBC e o The Guardian.

A campanha ainda apresentava a mulher branca tirando sua capa e virando outra mulher branca, de cabelo preto. Mas, a negra era a primeira a aparecer e “se limpar”, embranquecendo-se.

A empresa publicou um sucinto pedido de desculpas na sequência em seu Twitter: “Uma imagem que postamos recentemente no Facebook errou ao representar mulheres de cor. Nós nos arrependemos profundamente da ofensa causada”. E disse que é tudo que tem a dizer a respeito.

É pouco

Dove, fica difícil acreditar que a marca, seus publicitários e executivos não sejam realmente racistas, já que em 2011 houve uma campanha semelhante a esta de 2017, mais uma vez errando feio ao representar uma mulher negra, ou “de cor”, como a marca ainda insiste em falar.

Na imagem de 2011, havia três modelos: uma negra, uma parda e uma branca. A negra tinha em cima o dizer “antes”, a parda estava no intervalo e a branca tinha acima da cabeça “depois”, sugerindo que a mulher negra que se lavasse com o Dove ficaria branca, associando a pele negra à sujeira e a pele branca à limpeza. Igualzinho aconteceu desta vez. Na época, houve protestos. E a empresa, pelo jeito, não mudou.

Isso sem contar que em 2015 a Dove lançou um bronzeador para uso em peles “de normal a escuras”, demonstrando que considera peles brancas “normais” e as escuras provavelmente sejam “anormais” em sua visão racista.

Tudo isso, de tão horrível, parece inacreditável.


Dove em dois momentos racistas: à esq. a polêmica recente, à dir., a de 2011: em ambas, mulheres negras tornam-se brancas após usar o produto, associando a negritude a uma ideia de sujeira (Fotos: Reprodução)


Fonte: Uol por Miguel Arcanjo

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (1)
  • (0)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”