Publicidade
Publicidade
Publicidade
:
Dom
31/08/14
Araguaína

Predomínio de Sol

37º 17º

Fiasco de público e ausência do prefeito marcam carnaval de Araguaína

09/03/2011 13h41
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

Alessandro Sachetti
Da Redação


Enquanto os foliões recuperam-se do carnaval e voltam timidamente ao seu cotidiano, o carnaval de Araguaína que terminou na noite de ontem, 8, não vai deixar muita saudade. Segundo a Assessoria de Imprensa da Polícia Militar, o evento contou, em média, com oito mil pessoas por noite, o que representa uma diminuição expressiva em relação aos anos anteriores.

A falta de grandes atrações pode ser um dos motivos para a diminuição do público, quem esteve na Avenida Filadélfia deparou-se com atrações de pouco renome ou até mesmo já esquecidas no meio musical e que são revistas nessa época de carnaval, caso da Braga Boys que emplacou seu último e único grande sucesso em 2001.

Santo de casa também faz milagre
O que animou mesmo o público foram as atrações locais, no sábado Kenet Borges levantou os foliões e no domingo foi a vez de Higor e Hugo Elétrico animar os presentes na Avenida Filadélfia.

A equipe de reportagem do Portal O Norte conversou com Kenet Borges e ouviu do músico sobre o orgulho que ele tem em poder se apresentar na cidade: “Fico muito feliz em poder participar do carnaval aqui em Araguaína. Foi aqui que tudo começou, eu sou daqui, adoro essa cidade. Vida de músico acaba sendo complicada, hoje, infelizmente não moro mais em Araguaína, mas vai ser sempre um prazer muito grande tocar aqui, rever os amigos e alegrar a noite dos araguainenses”.

Blocos
Os blocos foram uma atração à parte, com boa estrutura o “Tô na folia” e o “Bagas”, montaram suas concentrações próximas ao local da folia. Era grande a movimentação de foliões que usavam os abadas de seus respectivos blocos.

Segundo o presidente do bloco “Tô na Folia”, Clayton Nascimento Brito, passaram pela concentração, em média 1.500 pessoas por noite. Já o bloco “Bagas”, segundo informação do presidente Diogo Oliveira, contou com a presença de, em média, 750 foliões por noite.

Um bloco que fez falta no carnaval deste ano na cidade foi o tradicional "Canga Folia" que de última hora desistiu de participar da festa, de acordo com informações da diretoria do bloco, a falta de infra-estrutura, como um trio elétrico foi a principal causa do cancelamento.

Gafe
As bandas que animaram os foliões durante as quatro noites do evento pareciam orientadas a agradecerem por diversas vezes ao prefeito Félix Valuar de Sousa Barros (DEM) pelo carnaval. A banda Braga Boys ao fazer o agradecimento ao prefeito, errou feio ao dizer “Valvuarzinho do Povo”, sendo corrigido logo em seguida por integrantes da equipe da prefeitura que estavam em cima do palco. No domingo, em mais um dos agradecimentos, pouco espontâneos, o prefeito chegou a ser vaiado pela plateia que acompanhava a apresentação.


Ocorrências policiais
A Polícia Militar esteve presente no evento e registrou algumas ocorrências, a maioria delas envolvendo violência à mulher. As pessoas detidas foram encaminhadas à Delegacia de Plantão. Houve, também, uma tentativa de assassinato na primeira noite de folia, Edmilson Ferreira Virgulino de 21 anos foi esfaqueado no estômago e levado para o Pronto Socorro pelos policiais. Segundo informações do Hospital Regional, o jovem não corre risco de vida. Devido a confusão que precedeu o esfaqueamento e a falta de testemunhas, a polícia não conseguiu localizar o agressor.


Mesmo com policiamento ocorreram diversas brigas e agressões, tanto em frente ao palco principal quanto nas concentrações dos blocos. A polícia agiu rapidamente intervindo em praticamente todas as confusões, mas ficou clara a necessidade de maior segurança no local.


Autoridades
O camarote da prefeitura montado em frente ao palco principal contou com a pequena presença de autoridades da cidade. Passaram por lá o Deputado Federal César Halum (PPS), o secretário estadual das Cidades e do Desenvolvimento Urbano, Ronaldo Dimas, a secretária municipal de Cultura, Marly Carvalho e o Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Nahim Halum.

O deputado Federal César Halum disse que é de suma importância o acontecimento do carnaval em Araguaína, disse que o evento foi uma luta do prefeito Valuar, mesmo sem parceria ou ajuda do Governo e prometeu incentivo para os próximos carnavais da cidade: “É preciso agradecer ao prefeito Valuar, que conseguiu fazer com que o carnaval em Araguaína acontecesse, mesmo sem parcerias e sem ajuda do Estado. Espero contribuir para que nos próximos anos haja mais investimento e recursos para que seja cada vez melhor e maior”.


A grande ausência no camarote da prefeitura foi mesmo a do prefeito Valuar Barros que não compareceu a nenhuma das noites do carnaval. Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, o prefeito esteve no camarote da prefeitura na noite de ontem, terça-feira, 08, no entanto, nossa equipe que esteve no local todas as noites não viu o prefeito entre os presentes na festa.

Acompanhe nossas atualizações em tempo real:

Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe via E-mail
Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

“Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte”

Publicidade
Publicidade

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.