Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Araguaína

karatecas de Araguaína se preparam para competição estadual

25/04/2019 11h00 | Atualizado em: 26/04/2019 07h57

Divulgação

Karatecas assistidos pelos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) de Araguaína se preparam para participar, neste sábado, da 2ª Copa Shotokan de Karatê Olímpico. O evento contará com a participação de representantes de seis municípios tocantinenses e é classificatório para o 5º Open Nacional de Karatê, que será realizado no período de 19 a 21 de setembro em Palmas.

No ano passado, o karateca do CRAS Luyk Gabriel da Silva, de 11 anos, conquistou medalhas de ouro e prata, nas modalidades Kata (luta imaginária) e Kumite (luta com adversário), na 2ª Etapa do Campeonato Estadual, disputada em Palmas.

Nesta etapa, além de Luyk, a equipe de 34 atletas representantes dos CRAS conta com os alunos Ruan Ferreira, de 13 anos, e o Arthur Fernandes, de 7. Ruan iniciou no karatê há dois anos e gostou tanto que já convenceu o irmão Renan, de 7 anos, a participar também.

Sobre a expectativa para a competição a nível estadual, o adolescente comentou que está otimista e tem treinado bastante. “Além dos treinos aqui no CRAS, procuro tirar algum tempo para treinar em casa”.

A competição

A 2ª Copa Shotokan de Karatê Olímpico será realizada no Ginásio de Esportes do Colégio Santa Cruz, localizado à Rua Santa Cruz, 555, Centro. A abertura será às 9 horas e, na sequência, serão realizadas as competições serão, das 10 às 12 horas e das 13 às 18 horas.

Democratização do esporte

Mais de 120 crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, participam das aulas gratuitas de karatê, ofertadas nos três polos do CRAS em Araguaína, localizados nos setores Céu Azul, Araguaína Sul e Lago Azul. A descentralização, ampliação e estruturação dos CRAS, promovida pela Prefeitura nos últimos anos, ajudou a democratizar o acesso a esse e a outros esportes e serviços ofertados nos centros.

Cada turma de karatê tem uma rotina de duas aulas por semana. “Além de promover a socialização entre eles, o karatê contribui para o desenvolvimento motor e cognitivo, estimula a concentração e a criatividade”, comentou o professor Douglas Abreu, responsável pelo projeto desde 2014.  

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.