Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
22ºmin
PREVENÇÃO

Saiba como descartar o lixo em locais com pacientes isolados por suspeita da Covid-19

27 maio 2020 - 12h48

Pacientes em isolamento domiciliar por suspeita ou confirmação para Covid-19 ou que convivam com alguém que tenha contraído o vírus, não devem fazer a coleta seletiva do lixo doméstico.  É o que orienta a Secretaria Municipal da Saúde (Semus). Dessa forma, orgânicos e recicláveis devem ser descartados juntos, sem separação. É importante que o lixo gerado pela pessoa em quarentena seja separado dos demais resíduos da casa.

A diretora de Vigilância em Saúde, Martha Malheiros, orienta que as pessoas devem colocar os resíduos em sacos resistentes e descartáveis, fechados com lacre ou nó, quando o saco tiver até 2/3 de sua capacidade. “É importante não enchê-lo até a borda, deixando espaço para fechar sem se contaminar”, reforça.

Martha também indica que a recomendação é utilizar dois sacos (um dentro do outro), resistentes e descartáveis, de modo que os resíduos fiquem acondicionados em sacos duplos. “Os sacos devem ser fechados e identificados, de modo a não causar problemas para o trabalhador da coleta, nem para o meio ambiente, além de respeitar os dias e horários da coleta de cada bairro ou setor”.

A diretora ainda ressalta que o paciente que reside em condomínio precisa informar sua condição ao síndico ou ao responsável pelas medidas de segurança e higiene do coletor ou funcionário destinado à função. “Quando se tem pessoas com suspeita ou confirmação do coronavírus na residência ou no condomínio, o lixo residencial passa a ser classificado como infectante. Por isso, o gerenciamento dele precisa ser diferente do lixo comum”, destaca.

Cuidados

A Semus também recomenda que para evitar que os coletores entrem em contato com possíveis resíduos infectados, a sociedade deve reforçar os cuidados com os sacos de lixo que são colocados nos contêineres.

Entre as orientações está colocar os resíduos em dois sacos resistentes e bem fechados; preencha os sacos com, no máximo, dois terços da sua capacidade; acondicione objetos cortantes em caixas de papelão ou garrafas pets; respeite o horário de coleta, descartando o lixo até duas horas antes do horário previsto. “Se houver um infectado na família, o lixo deve ser retirado e bem fechado por outra pessoa não infectada. É preciso garantir que não vaze ar ou líquidos para fora do saco de lixo”, enfatiza Martha.

Dicas úteis

Sem suspeita de Covid-19

  • Continue separando o lixo reciclável do comum;
  • Luvas e máscaras podem ser descartadas no lixo comum;
  • Coloque os sacos para coleta de acordo com o dia e horário do recolhimento na sua rua;

Com suspeita da Covid-19

  • Não separe mais o lixo reciclável do comum;
  • Use dois sacos para acondicionar o lixo e não esqueça de fechá-los corretamente;
  • Os sacos devem ser fechados com lacre ou nó quando tiverem até 2/3 (dois terços) de sua capacidade. Não se deve enchê-lo até a borda a fim de deixar espaço para fechar sem se contaminar;
  • Coloque os sacos para coleta de acordo com o dia e horário do recolhimento na sua rua;

Outra dica interessante é alertar aos coletores sobre a contaminação com um aviso escrito e afixado no saco de lixo quando a residência têm pessoas suspeitas ou confirmadas com Covid-19.

Qual sua especialidade?

Publique seu conteúdo aqui na editoria Consulta com Especialista do Portal O Norte.

Ligue (63) 99958-5851 ou fale conosco pelo WhatsApp (63) 99292-6165

Todas as informações e opiniões contidas neste artigo, seja em texto ou emvídeo, são de total responsabilidade de seus autores e não expressam,necessariamente, as posições do Portal O Norte.

AO VIVO