Menu
Busca sábado, 28 de novembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
22ºmin
BARRACO

Eleitores e candidato trocam socos e pontapés durante votação em Nova Olinda

15 novembro 2020 - 15h30Por Redação

Um candidato a vereador, um advogado de uma coligação e um servidor da Justiça Eleitoral se envolveram, neste domingo de eleição, em uma briga com socos e pontapés em Nova Olinda, no norte do Estado.

As informações ainda são desencontradas mas o vídeo que circula nas redes sociais mostra o servidor sendo segurado e agredido por três homens. Um deles é o advogado Sílvio Leal, da coligação do candidato a prefeito Sargento Nelson (SD) que aparece segurando e rasgando a camisa do servidor, que caiu no chão. Em vídeo publicado pelo advogado, ele alega ter sido agredido pelo homem durante o exercício da advocacia. Nas imagens ele aparece com a boca sangrando.

De acordo com algumas testemunhas, a esposa do vereador, Alexandre Bessa, que aparece no vídeo, foi agredida momentos antes pelo servidor. Outros disseram que o servidor teria sido insultado primeiro.

Após o ocorrido, o candidato divulgou uma nota à imprensa comentando sobre a confusão e reafirma que sua esposa e o advogado foram agredidos pelo servidor. Confira a nota na íntegra:

"O candidato a vereador Adriano Bessa vem a público esclarecer as inverdades disseminadas em grupos do aplicativo Whatsapp.

Tendo em vista que na data de hoje domingo, 15 de novembro de 2020, sua esposa Jeane Maria Goes e Drº Silvio Leal de Sousa, ambos exercendo os seus direitos garantidos por nossa Carta Magna e profissional, faziam-se presentes no Colégio Estadual Drº. Hélio de Souza Bueno na condição de fiscais e advogado da coligação denominada 'O progresso continua', quando foram brutalmente abordados por um fiscal do Tribunal Regional Eleitoral que aos gritos, empurrões e socos receberam ordem para que evadissem da localidade acima supracitada.

O candidato a vereador Adriano Bessa ao presenciar tal ato de desrespeito para com a sua esposa, sem que houvesse o mínimo de educação possível que se espera de um servidor público no exercício de sua função, se sentiu ofendido e veio a intervir.

Sempre primando pela transparência das informações, publicamos essa NOTA DE ESCLARECIMENTO para que informações infundadas, denominada FAKE NEWS, não prosperem e venham a ludibriar o eleitor novalindense".

 

AO VIVO