Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
23ºmin
EM CAMPANHA

Josi Nunes e Gleydson Nato ouvem demandas dos gurupienses

22 outubro 2020 - 11h06Por Ascom Josi Nunes

Josi Nunes e Gleydson Nato comemoram as manifestações de apoio à campanha dos candidatos da "Coligação Agora é a Hora" em Gurupi. “Temos ouvido as demandas e conversado com a nossa população olhando olho no olho. Queremos fazer uma Gestão que tenha a atenção e o cuidado com as pessoas, respeitando seus direitos e promovendo ações que melhorem a qualidade de vida de todos os gurupienses”, afirmou Josi.

Durante suas caminhadas, Josi e Gleydson conversam com os moradores e ouvem que nem tudo é tão bonito como é mostrado em peças publicitárias. "A falta de transporte prejudica principalmente as pessoas que moram em locais mais afastadas do centro da cidade; já nos postos de Saúde, há grande demora para agendamento de consultas de exames, além de falta de médicos especialistas", observa a candidata.

A cozinheira Leilaiane dos Santos, 38 anos, que mora no Setor Nova Fronteira, narrou a dificuldade que enfrenta todos os dias para chegar ao seu local de serviço “Uai, uma dificuldade danada, né? Porque eu ando de bicicleta, então eu tenho que levantar muito cedo para chegar ao meu trabalho. O sol é quente demais. Poeira demais, chego suja. Quando chove, chego toda molhada, às vezes tenho que carregar a roupa na bolsa. Se a gente tivesse um transporte coletivo ou um meio de transporte, seria mais fácil”.

Do Setor Industrial, Lucélia da Silva, de 38 anos, contou que a Saúde que o município oferece no local funciona de forma muito precária. “Temos um posto de saúde ineficiente, que só funciona duas vezes na semana. Quando abrem os atendimentos, precisamos madrugar para conseguir vagas que não são suficientes para atender a demanda existente aqui, além de demorarem meses para fazer encaminhamentos para médicos especialistas”.

Josi e Gleydson têm ouvido também bastante reclamações sobre a falta de oportunidades e emprego na cidade. A crise ampliada pela pandemia do novo Coronavírus aprofundou a dificuldade da vida das pessoas. “O povo está cansado de tantas promessas e não quer a continuidade de gente que não tem uma história política, quer alternância, quer uma pessoa que realmente trabalhe pela cidade”, relatou o aposentado Jacob Florêncio Silva, de 71 anos.

Do Jardim Guanabara, Helen Cristina Gomes, de 37 anos, destacou que o Poder Público precisa oferecer mais oportunidade aos jovens. “Sou mãe de um jovem de 13 anos e me preocupo bastante com o futuro do meu filho. Vejo o quanto os jovens têm encontrado dificuldades de acesso ao primeiro emprego, há falta de estímulo da prefeitura no sentido de capacitá-los para serem inseridos no mercado de trabalho”.

O garçom Moisés Oliveira, 40 anos, mora há 15 anos no Jardim Medeiros e destacou que o povo precisa ser cuidado e de respeito. “Às vezes chegamos a perder as esperanças, ficamos desanimados, mas quando vemos alguém que pode fazer diferente, como Josi, voltamos a acreditar em dias melhores”.

Moradora do Jardim Medeiros há 5 anos, Leilane Dias, de 39 anos, destacou é preciso alternância de poder para sanar os vários gargalos que se apresentam na cidade. “Há muito tempo Gurupi precisa trocar essa atual gestão. Há oito anos estão do mesmo jeito, não queremos essa continuidade, queremos quem tem serviço prestado, quem pode fazer mais pelo nosso setor e cidade”.

Josi assegurou que vai fortalecer as empresas para que elas cresçam e gerem emprego para os gurupienses. “Faremos isso trabalhando no desenvolvimento econômico da nossa cidade apoiando os negócios por meio de incentivos fiscais. Ao mesmo tempo, temos um Programa de Governo arrojado, que é o compromisso com os nossos jovens, facilitando o seu acesso ao mercado de trabalho, dando a eles oportunidades de se qualificarem para que as empresas não recrutem gente de fora”, garantiu.

Na mesma linha, Gleydson frisou que a Prefeitura de Gurupi tem que investir na qualificação dos jovens para serem inseridos no mercado de trabalho. “Temos que adotar um novo sistema que seja operante, do Jovem Aprendiz municipal. Temos o compromisso de dar oportunidades para os nossos jovens. Por onde andei no Jardim Guanabara escutei os jovens se queixarem da falta de apoio da prefeitura no estímulo e acesso ao emprego”, concluiu.

AO VIVO