Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estado

Sindiposto estima que 90% do Tocantins esteja desabastecido e segue sem previsão de normalização

29/05/2018 07h18 | Atualizado em: 29/05/2018 07h36

Divulgação

Em nota encaminhada ao Portal O Norte, o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado do Tocantins (Sindiposto-TO) informou que a situação relativa à falta de combustíveis no Estado continua a mesma.

O Sindicato-TO ainda informa que está negociando o carregamento de combustível para questões da Segurança Pública, Saúde e demais instituições públicas locais.

A estimativa do Sindicato é que mais de 90% do Tocantins esteja desabastecido e não há previsão para normalização da situação.

Combustível em Araguaína

Ontem pela manhã, a notícia de que chegaria um carregamento de álcool em um posto de combustível da cidade, provocou alvoroço e populares enfrentaram uma fila quilométrica para aguardar a chegada do caminhão-tanque. Mais de dez horas depois o carregamento chegou por volta das 21 horas na cidade. segundo informações, o movimento no posto terminou por volta de meia noite quando acabou mais uma vez o combustível. 

A Paralisação

A falta de combustíveis é uma situação que atinge todo o país com a paralisação dos caminhoneiros que teve início no último dia 21.

Na tarde de ontem manifestações em apoio à paralisação, foram registradas nas cidades de Araguaína e Palmas, onde milhares de pessoas foram para as ruas para protestar a favor do movimento dos caminhoneiros.

O presidente Michel temer apresentou medidas para por fim à greve mas a mobilização continua no Tocantins onde os 13 pontos de manifestação estão mantidos.

 

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.