Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Municípios

Violência contra mulher é tema de debate nos municípios do Bico

24/04/2014 17h00 | Atualizado em: 24/04/2014 17h07

Ilustração

O objetivo do evento é discutir o plano de ação para implementar a Rede de Atenção e Integração de Saúde da Mulher em Situação de Violência.

Representantes dos municípios da região do Bico do Papagaio e da Secretaria de Estado da Saúde – Sesau, profissionais da rede de serviços de atenção à mulher em situação de violência e mulheres quebradeiras de coco participam do Seminário para elas: Por elas, Por eles, por nós. O encontro vai até sexta-feira,25, na Câmara Municipal e na Faculdade do Bico do Papagaio – Fabic, em Augustinópolis, região norte do Estado.

“O objetivo do evento é discutir o plano de ação para implementar a Rede de Atenção e Integração de Saúde da Mulher em Situação de Violência.No evento será coletado dados para compor a pesquisa com relação a situação de violência contra a mulher”, afirmou a técnica área de Saúde da Mulher da Sesau, Margarida Araújo Barbosa Miranda.

No Seminário acontecem palestras, mesas redondas e grupos focais sobre violência. Nesta quinta-feira, 24 será apresentado a experiência do Serviço de Atenção Especializada às Pessoas em Situação de Violência Sexual – SAVIS oferecido pelo Hospital e Maternidade Dona Regina –HMDR.

Dados

De acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notifificação – SINAN, só no Tocantins, em 2013 foram 1.362 casos de notificação envolvendo todos os tipos de violência contra a mulher e faixas etárias.

Projeto

O seminário faz parte do Projeto Atenção Integral à Saúde da Mulher em Situação de Violência que tem como objetivos principais a capacitação de profissionais, a organização da Rede de Atenção e a produção de conhecimento e de material científico, estratégias importantes para prover o cuidado à mulher da cidade, do campo e da floresta, que vivenciam esse tipo de situação.

De âmbito nacional, o Projeto é financiado pelo Ministério da Saúde e executado por equipe da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e seus parceiros de vários setores, Estado, Municípios e sociedade civil. (Fonte: Ascom Sesau Tocantins)


Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.