Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Estado

Azul libera venda de passagens Palmas-Recife; confira os valores

12/04/2019 07h52 | Atualizado em: 12/04/2019 12h00

Divulgação

No próximo dia 6 de julho, a empresa aérea Azul realiza o voo inaugural de Palmas para Recife, na região Nordeste. O anúncio foi feito durante a cerimônia de assinatura do Termo de Acordo de Regime Especial (Tare), pelo governador Mauro Carlesse e o diretor da Azul, Marcelo Bento, na tarde dessa quinta-feira (11), no Palácio Araguaia. 

O Nordeste é um dos destinos mais procurados por turistas especialmente no período de férias de julho. De acordo com o Governo do Estado, a rota anunciada terá um voo regular por semana aos sábados e a empresa Azul já liberou a compra de passagens. Conforme pesquisa simulada realizada nesta sexta-feira (12), você confere agora o valor de ida e volta dos bilhetes aéreos: 

O preço da passagem Palmas/Recife sem bagagem está no valor de R$ 377,69 e com bagagem sobe para R$ 442,69, com saída prevista para as 10h45 e chegada 13h25, ou seja uma duração de 2h40min de viagem.

Ainda segundo pesquisa feita no site da azul com volta prevista para o dia 13 de julho, o valor da passagem Recife/Palmas sem bagagem está custando R$ 384,75 e com bagagem sobe para R$ 449,75, com saída prevista para as 14h10 e chegada 16h50.

Incentivo

Segundo o Governo do Estado, a nova rota só foi possível após a redução da base de cálculo do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) nas operações internas com Querosene de Aviação (QAV) e Gasolina de Aviação (GAV), estabelecida pela Lei n° 3.439/2019, de 4 de abril de 2019, oriunda da Medida Provisória n° 04/2019, enviada à Assembleia Legislativa pelo governador Mauro Carlesse no dia 8 de fevereiro de 2019.

A alíquota, que era de 14%, passa a ser reduzida de forma progressiva entre 7% e 3%, conforme o investimento da empresa aérea na aviação comercial dentro do Estado. A intenção do Governo, com a decisão, é fomentar o setor de aviação no Estado, oportunizando a ampliação do número de rotas de voos que contemplem o Tocantins como ponto de partida e de chegada, tendo referência não só a Capital, mas também outros municípios.

Compartilhe

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade de seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a Redação da equipe do Portal O Norte

Publicidade
Publicidade

Facebook

Twitter

Vc é o Repórter

Tem uma reportagem, fotos, vídeos, histórias ou curiosidades?

Mande para nossa redação. Seja você o REPÓRTER.