Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
ARAGUAÍNA

Aciara não promove mas compreende iniciativa de carreata: "Os comerciantes só querem ser ouvidos"

20 maio 2020 - 08h17Por Redação

Depois de um polêmico banner circular nas redes sociais, na tentativa de mobilizar a população araguainense a desafiar o "Lockdown" decretado pelo Governo do Estado, a Polícia Militar compareceu no local indicado para a concentração na cidade. Não houve registros de movimento nesta terça (19), mas existe a promessa de que a mobilização seja feita hoje. Em nota, a Aciara destacou que não está promovendo o protesto mas apoia a iniciativa.

Policiais compareceram ao local onde estava marcada a concentração em frente ao Detran. (Foto: Portal O Norte)

Dezenas de policiais em motos e viaturas compareceram ao pátio do Detran ontem em Araguaína, prontos para intervir em qualquer tipo de aglomeraçãoo que pudesse ser feita no local, contudo, não foi necessária nenhum tipo de ação já que poucos manifestantes compareceram no espaço. 

(Foto: Colagem e reprodução/Portal O Norte)

Vale ressaltar que nossa equipe apurou que o mesmo banner está sendo divulgado em várias redes sociais, contudo, apresentam duas datas diferentes para o manifesto: sendo uma marcada para ontem e outra para esta quarta-feira (20).

A Polícia Militar através do comandante Tenente-Coronel Valdeone Dias da Silva, ressalta que a PM continua preparada para intervir em qualquer ato que possa incentivar aglomerações na cidade e destaca inclusive, o uso de força policial caso seja necessário.

Entenda o caso

Circula desde esta segunda-feira (18), nas redes sociais, um banner convocando a população de Araguaína para participar de uma carreata pelas principais ruas da cidade. Pelo menos duas datas diferentes são anunciadas para a realização da manifestação.

Intitulado como "Carreata Araguaína não pode parar", o movimento anônimo apresenta como base a Constituição Federal em seu artigo 5°, que trata sobre o direito à vida, liberdade, igualdade e segurança.

O banner apresenta uma série de reivindicações tais como: instalação de leitos de UTI e hospitais de campanha, transparência do poder público, preservação de empregos, bem como a volta gradativa ao trabalho. 

O local de concentração indicado é em frente à sede do Detran na cidade, às 16h e a intenção é realizar uma carreata percorrendo a Avenida Primeiro de Janeiro, Entroncamento, encerrando na Via Lago. 

Decreto Estadual

Vale ressaltar que desde sábado (16), está em vigor o decreto estadual que determina uma série de proibições para evitar aglomerações em Araguaína e mais 34 cidades do Tocantins. 

Aciara 

Procurada por nossa reportagem para se manifestar sobre a carreata prevista para ser realizada em Araguaína, a Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara) esclareceu que respeita os motivos que levam os empresários a se manifestar, mas não está promovendo essa ação.

A Aciara também afirma que compreende que essa manifestação é pacífica e não vai provocar tumulto, nem descumprir as regras de isolamento ou levar perigo a saúde pública. "Os comerciantes só querem ser ouvidos", Hélida Dantas, presidente da Aciara.

A associação enfatiza que os comerciantes de Araguaína estão desesperados porque não conseguem pagar seus fornecedores, o aluguel e os funcionários com as empresas fechadas. Os empresários também esperam que o poder público faça a parte dele, que é melhorar a estrutura de saúde do município. “Não adianta o poder público só fechar o comércio, impor regras de proibição. O poder público precisa construir leitos para os hospitais e melhorar a estrutura da saúde”, disse Hélida Dantas.

AO VIVO