Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
24ºmin
REPERCUSSÃO

Aciara repudia discurso de Marzola sobre empresários e cobra retratação; Secretário se defende e pede desculpas

29 maio 2020 - 18h12Por Redação

Após repercussão de reportagem do Portal O Norte, que mostrou trecho da reunião onde o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio-ambiente da Prefeitura Municipal de Araguaína, Marzola Júnior, critica a postura de empresas durante flexibilização e propõe medidas mais drásticas para responsabilizar as que descumprem decreto determinado pelo Município, a Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara) reagiu em nota de repúdio contra as afirmacões e ainda pediu retratação. Marzola por sua vez se defendeu afirmando que foi mal interpretado e pediu desculpas a quem se sentiu ofendido. 

Aciara

A Associação Comercial e Industrial de Araguaína – ACIARA, encaminhou nota de repúdio às declarações dadas pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio-ambiente da Prefeitura Municipal de Araguaína, Sr. Ângelo Crema Marzola Júnior, em reunião telepresencial realizada na noite do dia 28 de maio de 2020.

A entidade afirma que possui um ótimo diálogo com o Secretário, entretanto, considera que foram  "infelizes as insinuações e tentativas de atribuir à classe empresarial qualquer responsabilidade sobre os números de infectados pelo Coronavírus na cidade de Araguaína", bem como indicações de que a Prefeitura deveria adotar medidas a cancelar CNPJ’s ou Alvarás de Funcionamento de empresas que tivessem descumprido alguma determinação legal.

Ainda de acordo com a nota, A aciara observa que "em um momento tão delicado como o que estamos enfrentando, ânimos estão elevados, os empresários atordoados com suas empresas fechadas sem perspectiva concreta de reabrir, onde o exercício do direito constitucional à livre manifestação e à liberdade de expressão devem ser preservados, possibilitando um debate público e democrático em busca de alternativas para o cenário crítico que estamos enfrentando", diz a nota.

A aciara lembra que "Temos que nos unir para combater o único inimigo dessa guerra: o coronavírus. Toda discussão que ultrapasse esse objetivo deve ser evitado, principalmente por parte
dos nossos representantes
".

Por fim, a entidade afirma que espera por uma retratação por parte do Secretário e ainda por parte da Prefeitura Municipal de Araguaína, argumentando que "é inaceitável uma posturaque cause desunião e aumente a tensão pela qual os empresários e seus funcionários estão passando nesse momento".

O Secretário

Em nota encaminhada à imprensa, o secretário Marzola Júnior se manifestou afirmando que foi mal interpretado em seu discurso sobre o assunto e disse que se coloca ao lado dos empresários: "...em nenhum momento quis determinar fechamento de qualquer empresa, mas sim que todas as empresas cumpram com as determinações legais de segurança, evitando novas ondas de contágio...".

O secretário esclareceu ainda que "vem trabalhando diuturnamente em busca de minimizar os danos da referida crise na economia da cidade, sendo que faz parte disso a adoção de medidas de segurança que sejam alternativas ao fechamento do comércio, buscando trazer o desenvolvimento econômico da cidade de Araguaína".

Marzola encerra a nota pedindo desculpas aos que se sentiram ofendidos: " nunca foi a intenção desse gestor atingir qualquer cidadão ou empresário de bem, mas apenas alertar para que a abertura do comércio deve ser realizada de forma consciente".

Confira as nota da Aciara e Marzola Júnior na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio-ambiente, Ângelo Crema Marzola Júnior, vem, no intuito de esclarecer e evitar a propagação de interpretações equivocadas e tiradas de contexto, sobre seu posicionamento na reunião online realizada na noite de 28 de maio de 2020, expor o que segue:

1) Em nenhum momento da reunião o Secretário se manifestou contrariamente à reabertura do comércio, sendo, inclusive, favorável a essa flexibilização;

2) O Secretário entende que estamos em um momento conturbado, em que falas isoladas e fora de contexto trazem uma imagem distorcida do posicionamento adotado pelo mesmo desde o início da pandemia.

3) Quanto ao trecho da reunião em que foi cortado do restante da fala e que trata de cancelamentos de CNPJ’s ou de Alvarás de Funcionamento, o Secretário naquele momento estava se dirigindo às empresas que mesmo notificadas diversas vezes para cumprir a determinação pública e que não passassem a cumprir deveriam sofrer medidas drásticas, tendo em vista que estariam cometendo crime contra a saúde pública e colocando colaboradores, clientes e proprietários em risco.

4) O Secretário se coloca ao lado dos empresários nesse momento difícil pelo qual todo o mundo está passando, sendo que em nenhum momento quis determinar fechamento de qualquer empresa, mas sim que todas as empresas cumpram com as determinações legais de segurança, evitando novas ondas de contágio;

5) Esclarece-se, ainda, que o Secretário vem trabalhando diuturnamente em busca de minimizar os danos da referida crise na economia da cidade, sendo que faz parte disso a adoção de medidas de segurança que sejam alternativas ao fechamento do comércio, buscando trazer o desenvolvimento econômico da cidade de Araguaína.

6) Para os que se sentiram ofendidos com minhas palavras, de forma humilde, peço desculpas, sendo que nunca foi a intenção desse gestor atingir qualquer cidadão ou empresário de bem, mas apenas alertar para que a abertura do comércio deve ser realizada de forma consciente.

Atenciosamente,

ÂNGELO CREMA MARZOLA JÚNIOR

Secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio-ambiente de Araguaína.

AO VIVO