Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
19ºmin
ETAPA REGIONAL

Poema sobre a Via Lago leva Araguaína à semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa

03 outubro 2019 - 15h42

“Eu me chamo Jasmyn / Aqui vou apresentar / A cidade onde moro / E que me faz Sonhar / Araguaína é o nome dela / Localizada no norte / Quem mora nessa cidade / É uma pessoa de muita sorte”. O trecho é do poema “Via Lago: Do Abandono ao Sucesso”, que garantiu uma vaga na semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa para a aluna Jasmyn de Oliveira, do 5º ano da Escola Municipal Gentil Pereira Brito.
 
O poema, em que foram usadas palavras regionais, como “Rumbora” e “Isturdia”, foi dos escolhidos na etapa estadual para disputar uma vaga na etapa regional, sediada em São Paulo. Jasmyn e a professora Angra Rocha Noleto irão à capital paulista para participar de uma série de atividades culturais e didáticas, junto com outros selecionados de todo o Brasil. Da oportunidade, com data a ser definida, serão escolhidos os jovens que irão para a etapa nacional.
 
Incentivo

Na manhã desta quarta-feira, 2, foi realizada uma cerimônia na Biblioteca Municipal com professores, alunos e diretores de escolas municipais e estaduais. Durante o evento, os estudantes e escolas foram gratificados com medalhas e certificados pela classificação municipal para a etapa estadual.
 
“As premiações feitas pela organização das olimpíadas são realizadas da etapa regional para frente, mas não podemos deixar de incentivar aqueles que se destacaram em Araguaína. É o reconhecimento pelo esforço e a dedicação”, afirmou o secretário municipal da Educação, José da Guia.

Virou tradição

Esta é a terceira vez que Araguaína terá representante na etapa regional, todas com a orientação da diretora da Escola Municipal Gentil Ferreira Brito, Lucirene Alves de Sousa. Ela recebeu um reconhecimento especial por ter participado das três seleções, sendo duas quando era professora.
 
“Os professores recebem muito material para estudo do Programa Escrevendo o Futuro, que organiza as olimpíadas. Basta estudar bastante e aplicar o conhecido com os alunos para que consigam expressar a vivência no poema. É isso o que passo para os professores, hoje”, explicou Lucirene.
 
A competição

A 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa do MEC e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC) e parceria das secretarias estaduais e municipais de todo o país. A disputa é realizada em cinco categorias: Poema (5º ano), Memórias Literárias (6º e 7º anos), Crônica (8º e 9º anos), Documentário (1º e 2º) e Artigo de Opinião (3º)
 
O tema escolhido em todas as edições é “O lugar onde vivo”, que propicia aos alunos estreitarem vínculos com a comunidade e aprofundarem o conhecimento sobre a realidade, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

AO VIVO