Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
22ºmin
ESTREIA VERGONHOSA

Tourão do Norte dá vexame na estreia e perde por 3 x 0 em casa

14 março 2011 - 10h09

Alessandro Sachetti
Da Redação


O Araguaína Esportes e Regata estreou vergonhosamente na primeira divisão do campeonato tocantinense, neste sábado (12), o Tourão do Norte perdeu em casa, por 3 X 0 para o time caçula do campeonato, o Guaraí, que fez a sua estreia na divisão principal do Estado.


Nervosismo
O time da casa não escondeu o nervosismo da estreia e logo aos 50 segundos, após erro da arbitragem que marcou falta inexistente a favor do time visitante, a zaga do Tourão cortou mal a bola que sobrou para o meia, Marcinho lançar, Joãozinho que surgiu nas costas do fraco lateral Pazladin e bateu forte, cara a cara com o goleiro Pavão e abriu o placar com um chute certeiro.

A torcida do Tourão do Norte até tentou incentivar, mas o time, perdido, não correspondia em campo. Nervoso e apático Araguaína até tentou reagir, em boa enfiada de bola do, visivelmente fora de forma Vitor Romeiro, Jô perdeu chance clara na cara do goleiro.

Torcida inconformada
Aos 18 minutos, cobrança de escanteio para o Guaraí, a zaga afasta mal e a bola sobra para Gean, o capitão do time não desperdiça e faz o segundo do Guaraí calando a torcida do Araguaína que parecia não acreditar no placar de 2 X 0 em menos de 20 minutos de jogo. A partir daí o Araguaína conseguiu equilibrar o jogo, mas não conseguiu criar nenhuma boa jogada até o fim do primeiro tempo. O Tourão do Norte saiu para o intervalo vaiado pela torcida.

Os times voltaram sem alterações para o segundo tempo, o Araguaína começou melhor, mas quem assustou primeiro foi o Guaraí, em cruzamento de Marconi que levou perigo a meta do goleiro Pavão.

Chances desperdiçadas
Aos 6 minutos, Kleyr perdeu uma chance incrível, após cruzamento da direita, subiu sozinho e cabeceou para fora, rente a trave direita do goleiro Edson. Aos nove minutos Jô perde outra oportunidade de marcar um gol, depois de bate-rebate na área, subiu sozinho e cabeceou fraquinho para fácil defesa do goleiro do Guaraí. Aos 12 minutos do segundo tempo o time visitante assustou de novo, em cobrança de falta de Marconi, a bola explodiu no travessão do goleiro Pavão que estava batido no lance.
 

O técnico interino mexeu no time aos 15 minutos e, por substituir o atacante Jô que havia perdido duas chances claras de gol, a torcida não gostou da entrada no atacante Jefinho e entoou o coro de “burro!”.


Depois das substituições o time do Guaraí voltou a mandar no jogo, aos 17 minutos novo susto, Marcinho bateu e a bola foi novamente na trave, na sequência Joãozinho sozinho bateu e Pavão fez firme defesa no meio do gol. Quatro minutos depois, o goleiro Pavão fez outra boa defesa em falta cobrada por Marconi.

Guaraí no controle
Com o controle do jogo o Guaraí voltou a marcar, aos 26 minutos Marquinhos Carioca perdeu a bola na intermediária do campo de defesa e em jogada de velocidade, Gean saiu na cara do gol e chutou para defesa parcial do goleiro Pavão, a zaga do Tourão afastou muito mal a bola que sobrou para Joãozinho fazer o segundo dele no jogo e o terceiro do Guaraí.

Depois disso, o time visitante tratou de controlar o jogo, o Araguaína até tentou fazer seu gol de honra, mesmo desorganizado taticamente e sem padrão de jogo conseguiu desperdiçar mais uma chance clara de gol aos 28 minutos, depois de bola na trave de Jordson, Vitor Romeiro, sozinho, mandou a bola por cima.

Não era mesmo dia do camisa nove do Araguaína, após escanteio cobrado pela esquerda cabeceou outra bola na trave. Vitor Romeiro, ainda teve que ouvir gritos da arquibancada questionando sua forma física.

Aos 41 minutos, o Tourão do Norte perdeu a chance mais clara do jogo, após cruzamento da direita Kleyr cabeceou para o meio da área, a bola passou pelo goleiro e foi saindo devagar pela linha de fundo, para desespero do atacante Jefinho que não conseguiu alcançar a bola.

Protestos
A torcida revoltada com o resultado e com a péssima apresentação da equipe começou a protestar e a gritar “olé” quando o time visitante tinha a bola nos pés. O árbitro, Raimundo Ramos, encerrou o jogo aos 48 minutos do segundo tempo.


Torcedores revoltados protestavam e cobravam pacificamente por melhora, questionaram sobre os valores investidos no time e pediram a contratação de mais reforços e de um técnico renomado.

No fim do jogo o presidente do clube, João Luiz de Carvalho, disse que o Araguaínanão deve contratar outro técnico: “Não precisamos de outro técnico, o Serginho vai dar conta do recado”.

Escalações:
Araguaína: Pavão; Bruninho; Marcelo; Bá; Jordson e Gustavo; Kalú; Léo Bahia (Marquinhos Carioca); Vitor Romero; Jô (Jefinho Gaúcho) e Kleyr. Técnico: Serginho

Guaraí: Edson; Dian Carlos; Dentinho; Fabão; Gerbs; e Marconi (Penuda); Pedro (Oliveira); Marcinho; Gean; Kássio (Cleuber) e Joãozinho. Técnico: Ricardo Freitas
Gols: Joãzinho, aos 50 segundos do 1º tempo e aos 26 min. do 2º tempo, e Gean, aos 18 minutos do 1 º tempo.

Público e renda: 1.176 pagantes e R$ 18.500,00
Local: Leôncio Miranda, Mirandão Data: 12/03/2011 Árbitro: Raimundo Ramos Auxiliares: Enoque Celeste e Ivanildo Farias

 

AO VIVO