Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
22ºmin
TRÂNSITO

Diretor aponta falta de agentes como principal motivo da desorganização

30 março 2011 - 08h24

Daniel Lélis
Da Redação


O Portal O Norte vem acompanhando a situação cada vez mais caótica em que se encontra o trânsito de Araguaína. O site destacou, na reportagem "Falta de estacionamentos e desorganização provocam caos no trânsito de Araguaína", publicada ontem, 29, que entre os problemas que mais tem provocado a insatisfação dos motoristas  está a falta de vagas para estacionar veículos, especialmente na região Central da cidade.



Zona Azul
Em resposta à matéria veiculada, Capitão Leandro, diretor do Departamento Municipal de Trânsito (DMT), afirmou em entrevista exclusiva à equipe de reportagem do Portal O Norte, que a solução para este problema será uma realidade. Trata-se, segundo ele, do Projeto "Zona Azul" conhecido também como, "Estacionamento Rotativo", cujo objetivo será promover a disciplina no uso do espaço urbano referente aos estacionamentos, permitindo consequentemente, uma maior oferta de vagas para veículos nas vias públicas.


Funcionamento
A "Zona Azul" inicialmente será sinalizada nas principais Avenidas da região Central da cidade: 1º de Janeiro, Cônego João Lima, 13 de maio, bem como em algumas ruas transversais em que existe um maior fluxo de veículos. O motorista que estacionar nos locais indicados poderá permanecer na vaga por até duas horas e pagará um valor de R$ 2,00.

Como será cobrado?
Ainda em entrevista, Capitão Leandro explica que detalhes a respeito do projeto precisam ser definidos, por exemplo, a forma como será cobrada a tarifa de estacionamento que poderá ser mediante um cartão de raspadinha para registrar data e horário em que o motorista permaneceu com seu veículo na vaga ou até mesmo um cartão eletrônico. De qualquer forma, o motorista também terá que desembolsar uma quantia, ainda não definida, para adquirir o referido cartão.

Penalidades
Caso o proprietário do veículo ultrapasse o tempo de permanência na vaga, automaticamente será considerado pelos agentes que fiscalizarão a rotatividade, que o cidadão está estacionado em local proibido, resultando na aplicação de penalidades previstas no Artigo nº 182 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): multa no valor de R$ 85,00 e como a infração é considerada de gravidade média, o condutor também perderá 4 pontos na carteira.

Agentes de trânsito
Questionado sobre a previsão para a implantação da "Zona Azul" que foi aprovada recentemente pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Valuar Barros (DEM), o diretor do DMT afirmou que a Prefeitura ainda não deu início à sua execução em razão da falta de agentes de trânsito. A Secretaria de Administração, segundo ele, precisa lançar concurso para selecionar estes profissionais. Sem eles, explica o diretor, “fica difícil instituir o projeto”, que por enquanto continua somente no papel.



 

AO VIVO