Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
23ºmin
MONTE SINAI

Prefeitura regulariza Monte Sinai em Araguaína

07 abril 2011 - 15h57

Mais de 800 famílias serão beneficiadas com a regularização fundiária do Monte Sinai. O prefeito Valuar Barros, durante entrevista coletiva realizada na manhã desta quinta-feira, dia 07, na sede da prefeitura, explicou o que muda a partir da regularização fundiária do setor em relação aos moradores e os investimentos que o município poderá fazer no local.

O prefeito Valuar Barros disse que sempre se preocupou com a situação dos moradores do Monte Sinai, procurando uma forma viável e legal para resolver o caso: “Hoje resolvemos em parte esta questão e vamos continuar a trabalhar na melhoria da qualidade de vida dos moradores, investindo na infraestrutura, educação e saúde”, declarou.

Um sonho de sete anos, era um povo sofrido o do Monte Sinai. Tantas promessas e nada foi resolvido. Agora com o mandato do Valuar foi resolvido o problema do Monte Sinai”, declarou o presidente da associação dos moradores, Isaías Tavares Albuquerque (Maranhão): “Agora está sendo realizado um sonho de sete anos”, ressaltou.

Maria Terezinha Veloso, uma das proprietárias da área, ressaltou o empenho do prefeito em resolver a situação daqueles moradores, bem como a participação do Legislativo para agilizar o processo de regularização.

O presidente da Câmara de Vereadores, Elenil da Penha (PMDB), e os vereadores Jorge Frederico (PMDB), Baldão (DEM), Divino Bethânia Júnior (PP) e Cleudo Negão (PSDB), também estiveram presentes na coletiva.

Monte Sinai
Há sete anos, uma área particular, localizada na saída sul de Araguaína, foi invadida por vários moradores da região, que reivindicavam a regularização do terreno para morarem no local. A partir de 2009, no mandato do prefeito Valuar Barros, a área foi transformada em uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS), mas o município precisava ainda da transferência do terreno, que era particular, para o poder público. Naquele ano, por meio de um decreto, também foi criada uma Comissão de Urbanização e Legalização da ZEIS, tendo como integrantes membros do Executivo, Legislativo e representantes dos moradores.

A área do Monte Sinai foi desapropriada e o terreno agora é do poder público, passando para o próximo procedimento, que é a regularização fundiária do local. A partir desse momento, o município poderá investir em benfeitorias para o setor, como a construção de escolas, creches, postos de saúde e também asfalto e saneamento básico.

O tamanho da área é de 612 mil metros quadrados, localizada na saída sul de Araguaína. Atualmente, mais de 800 famílias moram no local. (Da Ascop)



AO VIVO