Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
23ºmin

Banco de Leite Humano do HDO registra recebimento de doações

18 outubro 2010 - 09h11

Já está em funcionamento o Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Dom Orione (HDO), localizado em Araguaína (TO). Durante toda essa semana, a nutricionista Marina Vasques e a enfermeira Diana Joy, que atuarão no Banco receberam orientações em uma assessoria técnica, coordenada pela nutricionista Walquíria Pinheiro, responsável pelo Banco de Leite Humano do Hospital Dona Regina, de Palmas (TO), que coleta em média 170 litros de leite por mês e beneficia 27 bebês prematuros. A assessoria técnica foi idealizada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) em conjunto com a Rede Nacional de Bancos de Leite e o HDO, com o objetivo de dar orientações e capacitar a equipe que trabalhará no Banco de Leite da unidade hospitalar araguainense.

A intenção é que a enfermeira e a nutricionista coloquem em prática os ensinamentos e se aperfeiçoem no processamento e controle de qualidade do leite humano. “É importante que todo mundo entenda como o Banco de Leite funcionará e encaminhe as mães que tenham leite sobrando para a doação. Só assim, o Banco terá leite para processar e distribuir”, disse a nutricionista Walquíria Pinheiro, destacando a importância do departamento.
Durante a assessoria, a equipe do Banco aprendeu os cuidados e técnicas para coleta, processamento, controle de qualidade, estocagem e distribuição do leite materno. Foi ensinado também como se deve proceder no atendimento às gestantes, lactantes e mulheres com dificuldade para amamentar.


Pacto

Quando estiver em pleno funcionamento, depois do dia 22 deste mês, quando acontece a inauguração, o Banco de Leite Humano do Hospital irá atender cerca de 40 recém-nascidos abaixo do peso, com algum tipo de infecção ou alergia, da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade Intermediária (UT), ambas Neonatais. O abastecimento do Banco se dará pelas mamães que possuem bastante leite e estiverem dispostas a fazerem a doação. É o caso da dona de casa Carmem Silva. Com o bebê na UTI-Neonatal, ela pretende salvar outras vidas por meio da doação. “Estou amamentando o meu bebê e o que sobra dôo para o Banco, para passarem para outras criancinhas que precisam também, já que meu leite é suficiente” assegurou Carmem.

De acordo com a nutricionista da Sesau, o Banco de Leite Humano do HDO está dentro do Plano Estratégico da Redução da Mortalidade Infantil na Região Norte e Amazônia Legal, que faz parte do Pacto pela Redução da Mortalidade Intanfil, da Organização das Nações Unidas (ONU). “O leite artificial não supre as necessidades do neném nos primeiros dias de vida e somente o leite humano tem todos os fatores de proteção necessários para que o bebê adquira imunidade e, assim, viva bem. Mesmo antes da divulgação externa, já tivemos dois cadastros que doaram o leite humano” comemorou a enfermeira e coordenadora do Banco de Leite Humano do Hospital Dom Orione, Diana Joy.


Processo

O leite que é captado no Banco de Leite Humano do Hospital Dom Orione, passa por um rigoroso processo e controle de qualidade, antes de seguir para ser utilizado nos prematuros da UTI e UI Neonatal . A primeira etapa desse processo é o cadastro, o recebimento do quite (pote de vidro, toca e máscara descartável esterelizados) e o recolhimento do leite no Banco ou em casa. Em seguida, o leite segue para um laboratório, onde passa por uma seleção e classificação baseada na cor, odor, presença de sujeiras, embalagem, acidez e calorias. Na terceira fase do processo, o leite segue para a pasteurização, quando recebe um tratamento de 62,5 graus Celsius, por 30 minutos. Por fim, a material passa pelo teste microbiológico e, somente após passadas 48 horas, o leite é liberado para ser consumido pelos bebês internados no Hospital Dom Orione. “Nós queremos que os recém-nascidos , que estão com a imunidade baixa, recebam o leite de forma segura e com qualidade” finalizou a nutricionista do Banco de Leite Humano do Hospital Dom Orione, Marina Vasques, lembrando que o Banco de Leite terá capacidade para processar o leite semanalmente.

AO VIVO