Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
IMPRECISÃO

Vereadores reclamam da falta de esclarecimento em projeto do Executivo

02 maio 2011 - 17h36

Luidiniz Brito
Da Redação


Nesta segunda-feira, 2, a Câmara de Vereadores de Araguaína discutiu o projeto 022, que cria o Conselho de Controle Social do Programa Bolsa Família.

Tal projeto, de autoria do Poder Executivo Municipal, visa a implantação de um conselho para acompanhar o Bolsa Família na cidade de Araguaína, que definirá, por exemplo, quem precisa do programa.

O projeto despertou muitas dúvidas entre os vereadores e público presente na sessão desta segunda, pois, não explicava corretamente como seria escolhido o Conselho de Controle Social, nem detalhava de maneira clara como funcionaria o seu trabalho.

Enquanto o assunto era abordado e ocorria a leitura do projeto, poucos vereadores estavam atentos. Alguns estavam conversando entre si, falando ao celular, ou tinha se ausentado da sessão por algum momento, aumentando assim a falta de compreensão sobre a matéria discutida.

O vereador Gerônimo Cardoso (PMDB) chamou a atenção de seus companheiros. Enquanto Jorge Frederico (PMDB) pediu a suspensão da sessão por cinco minutos, visando buscar esclarecimentos sobre o projeto juntamente com o líder do prefeito Valuar de Sousa Barros (DEM) na Câmara, o vereador Mané Mudança (DEM).

Após a pausa, Divino Bethânia Júnior (PP) sugeriu Pedido de Vista, um tempo para analisar e pedir alterações do projeto e foi atendido prontamente pela Câmara Municipal. Agora o projeto passará por análises pelos vereadores para somente depois ser votado em uma nova sessão.
 

AO VIVO