Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
21ºmin
LEITURA

Escola de Araguaína inova em ações para atrair a atenção dos alunos

08 junho 2011 - 18h57

Incentivar a leitura e inserir os alunos no universo mágico de literatura é o que está fazendo a equipe da Escola Espírita André Luiz, em Araguaína, que por meio de projetos ‘o Palquinho’, ‘Banco do saber’ e ‘Fábulas de Leôncio’, está provocando uma revolução na aprendizagem dos alunos.

A cada 15 dias, os educadores improvisam um palco na escola, formam uma plateia e os alunos apresentam músicas, poesias, jograis, teatro e dança, com temas referentes a assuntos estudados em sala de aula. A ideia deu tão certo, que a equipe da escola já planeja ampliar o projeto e a cada edição vai inserindo novos elementos.

Para a coordenadora pedagógica Arlinda Barbosa de Oliveira, a iniciativa estimula a criatividade, a postura, a autoestima, a expressão corporal e a interatividade entre os estudantes.

“Fábulas de Leôncio’ funciona da seguinte forma: a escola entrega a alunos um mascote, eles levam para casa e lá terá que alimentá-lo com leitura e contação de histórias. Tanto os alunos como os pais terão que escrever num caderno os registros das atividades realizadas com o mascote naquela família.

O ‘Banco do saber’ fornece aos alunos dinheiro a cada vez que eles realizam uma tarefa diferenciada como interpretar textos, fábulas, paródias recebem dinheiro simbólico, que no final do bimestre, eles poderão comprar livros, cadernos, lápis e outros itens num mercadinho improvisado pela escola.

A unidade escolar André Luiz é conveniada com o Estado e conta atualmente com 207 alunos, matriculados no 1º ao 5º ano do ensino fundamental. (Da Ascom Seduc)

AO VIVO