Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
23ºmin
NOTORIEDADE

Juristas também tem trabalhos reconhecidos pela Câmara

11 junho 2011 - 12h42

Daniel Lélis
Da Redação

 

A noite de ontem, dia 10, foi especial para o Judiciário tocantinense. Em sessão solene realizada na Câmara Municipal de Araguaína, dois grandes nomes da Justiça no Estado receberam o Título de Cidadão Araguainense, em razão dos serviços prestados à comunidade local e das contribuições dadas ao desenvolvimento da cidade. Foram eles: Deusamar Alves Bezerra e Mário Macedo Fernandes Caron.

Mário Caron
O autor do Decreto Legislativo nº 393, de 15 de setembro de 2010, que concedeu o título de Cidadão Araguainense ao desembargador Mário Macedo Fernandes Caron, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª região, que compreende o Tocantins e o Distrito Federal, foi o vereador e presidente da Câmara Municipal de Araguaína, Elenil da Penha (PMDB).

Em entrevista ao Portal O Norte, Mário Caron falou da gratidão de receber a homenagem. “É um orgulho muito grande receber este Título. É como renascer em Araguaína. É uma honra, mas ao mesmo tempo é também uma grande responsabilidade. Estou aqui representando a minha instituição, o Poder Judiciário e é uma satisfação imensa poder ver reconhecido o meu trabalho”, contou ele emocionado.

Em seu discurso, o desembargador afirmou que é importante que o Judiciário se aproxime cada vez mais do cidadão. “É preciso instituir políticas públicas de cidadania que visem a aproximação do Poder Judiciário com a população. Nesse sentido, é fundamental que o juiz saia do seu gabinete, vá para as ruas, conheça a realidade das pessoas. Os tempos são outros e o juiz não pode mais ficar só despachando do seu gabinete. É preciso ir além. É preciso que o juiz desça do seu pedestal e vá para perto da população, entenda os seus anseios”, afirmou Caron.

Deusamar Bezerra
O autor do Decreto Legislativo nº 412, de 5 de abril de 2011, que concedeu o título de Cidadão Araguainense ao juiz Deusamar Alves Bezerra foi o vereador Manoel Messias Moreira de Brito (DEM), mais conhecido como Mané Mudança.

Ao Portal O Norte, Deusamar falou da importância do título. “Esta homenagem tem uma importância ímpar para mim, pois é o reconhecimento da sociedade araguainense ao meu trabalho na cidade”, afirmou ele, que também é Professor da Faculdade de Direito Dom Orione.

Quanto ao debate em torno da necessidade que há da aproximação do Judiciário com o cidadão, Deusamar é categórico ao dizer: “É tudo uma questão de costume. É preciso reeducar os juízes, de maneira que eles esqueçam o formalismo de outrora e atendam a população com mais informalidade. O meu gabinete, é notório em Araguaína, está acessível para todos, sem distinção alguma. É uma prática que deve ser estendida a todo o Poder Judiciário”.

Cofira as fotos do envento em nossa galeria de imagens clicando aqui.

AO VIVO