Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
23ºmin
JUSTIFICATIVA

Secretário culpa burocracia pela demora da implantação da Casa Abrigo

22 junho 2011 - 09h09

Daniel Lélis
Da Redação


O Portal O Norte vem acompanhando de perto a situação dos moradores de rua em Araguaína. Nessa segunda-feira, 20, o site mostrou que a Casa Abrigo, projeto que pretende oferecer melhores condições de vida para estas pessoas, ainda não foi implantada. Adilson Bonfim, gestor do espaço, afirmou que um “burburinho” de que teriam sido adquiridos móveis para casa sem licitação atrasou ainda mais a instalação da Casa.

Na ocasião, Bonfim, que negou a compra ilegal, afirmou que o projeto teria sido concluído, e enviado para o Secretário de Desenvolvimento Social e Habitação, Jota Patrocínio, que ainda não teria dado retorno: “Assim que ele devolvê-lo, encaminharemos para a Assessoria Jurídica do Município para que só então possa dar início a licitação através da Secretaria da Fazenda”, contou ele.

Resposta do secretário
Em entrevista exclusiva concedida à nossa reportagem, Jota Patrocínio informou que a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, diferentemente do que afirmou Bonfim, já aprovou o projeto, que, contudo, está em fase de implantação. Ainda segundo ele, o Prefeito Valuar Barros também ofereceu parecer favorável, autorizando a implantação do espaço.

De acordo com Patrocínio, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação fez requisição ao Departamento de Compras e Licitações, que é subordinado a Secretaria Municipal da Fazenda, para que seja dado início ao processo licitatório de compra de móveis e utensílios para a Casa Abrigo. O processo, lamentou o secretário, é demorado e muito burocrático. “Já alugamos a casa e já foram capacitados alguns profissionais para trabalhar nela, mas, infelizmente, o procedimento licitatório, indispensável neste caso, não é simples e rápido como gostaríamos que fosse”, afirmou ele.

AO VIVO