Menu
Busca quinta, 03 de dezembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
ARAGUAÍNA

Nova Unidade para Sócioeducandos será inaugurada nos próximos dias

07 julho 2011 - 11h57
Foi realizada, na tarde desta quarta-feira, 06, pelo O Subsecretário de Justiça e Cidadania, Djalma Leandro, uma visita à casa adaptada para receber os menores reeducandos do regime de semiliberdade, em Araguaína. O objetivo foi observar as melhorias e adaptações feitas na nova unidade que abrigará os jovens.

Na ocasião, o Subsecretário estava acompanhado pelo chefe da Casa de Prisão Provisória de Araguaína, Magno da Silva Reis e da administradora da unidade para menores, Heloiza Negri Sanches. Djalma teceu elogios ao novo espaço físico que será destinado aos menores, enfatizando a necessidade de poder acolhê-los cada vez com mais dignidade, propiciando meios para que se recuperem plenamente e possam retornar ao convívio de suas famílias e da sociedade.

Com essa nova casa o governo cumpre, mais uma vez, seu papel social , que é o de garantir condições dignas e favoráveis para que o adolescente possa cumprir as medidas sócioeducativas as quais foi submetido. Pode, também, voltar ao convívio da sociedade com a esperança de um futuro mais promissor”, frisou o subsecretário.

A nova casa terá capacidade para comportar até vinte pessoas e estará totalmente em condições para uso dentro dos próximos quinze dias, garantiu a diretora Heloiza Negre. Ela ressaltou ainda, que apenas detalhes técnicos e pequenas adequações estão faltando para que o novo espaço entre em funcionamento.

No fim da tarde, o Subsecretário chegou à cidade de Santa Fé do Araguaia, onde fez uma visita ao Centro de Internação Provisória- CEIP- Região Norte.

Na oportunidade, Djalma Leandro foi acompanhado pelo Chefe da CPPA, inspecionou a unidade e interagiu com os agentes que se encontravam no local, bem como com menores sócioeducandos.

O CEIP-Região Norte abriga quinze internos e possui uma sala de aula que funciona todos os dias com as mesmas disciplinas de uma escola regular, oferecendo oportunidade de aquisição de conhecimentos a todos os jovens que lá se encontram. "É uma das prioridades da Secretaria da Justiça e Cidadania, garantir que o jovem reeducando tenha condições de continuar seus estudos mesmo estando cumprindo medidas sócioeducativas. O governo do Tocantins entende que a formação do jovem deve ser contínua e ininterrupta,” ressaltou o Subsecretário Djalma Leandro. (Da Ascom SSJC)

 

AO VIVO