Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin
ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Troca de lâmpadas não garante diminuição na taxa de energia, diz secretário

31 agosto 2011 - 09h03

Da Redação


O que era para melhorar, piorou ainda mais. A prefeitura de Araguaína deu início, recentemente à troca de lâmpadas de iluminação pública, medida que vem causando reclamação por parte da população.

No lugar das lâmpadas de 400 watts, estão sendo colocadas as de 70 watts, deixando as ruas ainda mais mal iluminadas. Em alguns pontos, onde a troca já foi feita, a sensação é de que as ruas estão completamente no escuro, apontam alguns moradores.

Mesmo assim, o secretário de obras do município, Walmir de Sousa Ribeiro, afirma categoricamente que a população só tem a ganhar com a nova iluminação.

Programa Reluz
De acordo com o secretário em entrevista à nossa reportagem, a substituição das luminárias faz parte do programa Reluz, do governo do Estado, em parceria com a Celtins. Segundo Walmir, o objetivo da troca das lâmpadas é diminuir o consumo de energia elétrica. O município deverá substituir cerca de 16 mil lâmpadas “A população só tem a ganhar com a nova iluminação”, acredita Valmir.

Reclamações
Mas o otimismo do secretário Walmir Ribeiro não é compartilhado pela população. A exemplo disso, moradores do setor Araguaína Sul, um dos mais populosos do município, não aprovaram a iniciativa. Para eles, a troca das lâmpadas está deixando as ruas mais escuras, aumentando ainda mais a insegurança e o medo entre os moradores, como mostrou a matéria publicada no Portal O Norte ontem, 30. (Veja a matéria na íntegra aqui)

Diminuição da taxa
Apesar da possível redução no consumo de energia elétrica, mesmo assim o secretário não deu nenhuma garantia de que o valor da tarifa de iluminação pública cobrada na conta de luz venha também diminuir para os consumidores.  “Depois de instaladas as novas lâmpadas vamos discutir a possibilidade de diminuição dessa taxa. O Executivo vai se reunir com os vereadores e discutir com a Celtins sobre o caso, mas não posso garantir nada”, diz Walmir, acrescentando ainda que “o programa Reluz vem para diminuir custos”, encerra o secretário.

AO VIVO