Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
ARAGUAÍNA

População reclama dos bloquetes soltos, prefeitura garante fim do problema

06 setembro 2011 - 10h23

Alberto Rocha
Da Redação


Ao andar por algumas ruas de Araguaína já é possível ver sinais de modernidade, que dão nova cara à cidade econômica do Estado. Um exemplo disso são as modernas construções de prédios, tanto de residências quanto comerciais. Mas, se por um lado Araguaína respira o novo, por outro, a cidade ainda tem de conviver com o antigo, que são os ultrapassados bloquetes, que resistem ao tempo, graças ao descuido das autoridades municipais.

O problema
Os transtornos causados pelos antigos bloquetes são muitos, o que gera reclamação da população. Por exemplo, na Rua Sadoc Correa, moradores, pedestres e motoristas estão inconformados. É o caso do taxista, Carlos da Silva, de 38 anos. “Recentemente, eu estava subindo a rua, quando o pneu da frente do meu carro levantou o bloquete e o pneu traseiro bateu com toda força, empenando a roda”, reclamou o taxista.

Outro local que oferece riscos para motoristas e pedestres é a Rua 12 de Novembro. Moradores afirmam que pessoas já se feriram na rua, como um motociclista que após bater contra um bloquete solto, perdeu o controle e caiu: “Por pouco o rapaz não fraturou a perna. Isso pode ser muito perigoso para quem passa pela rua. Já pensou se um motorista bate contra um bloquete solto, perde a direção e atropela alguém?”, questiona a professora Gisele Rosal, 28 anos.

Reclamações
A empresa de abastecimento de água do Estado, Saneatins, é muito criticada pelos serviços de escavação que faz constantemente nas ruas da cidades, principalmente naquelas onde há blocos de cimento. A principal reclamação da população é que a empresa, toda vez que faz buracos nas ruas, deixa os bloquetes fora de lugar e desnivelados, trazendo sérios transtornos aos motoristas e também a pedestres. “Toda vez que a Saneatins mexe nesses bloquetes, não coloca eles direito no lugar; aí fica esse trem solto no meio da rua”, reclama a aposentada Maria do Socorro de Araújo, 63 anos.

Procurada para falar sobre o assunto, a engenheira responsável pela Saneatins em Araguaína, Sandra Lúcia Leal, não quis comentar a reclamação dos moradores

Bloquetes perto do fim
De acordo com o secretário de obras do município, Walmir Ribeiro, os bloquetes nas ruas de Araguaína estão com os dias contados. Ribeiro garantiu ao Portal O Norte que no próximo dia 23 será concluído o processo de licitação para recapeamento das ruas onde existem os blocos de cimento, incluindo a Rua das Mangueiras, Santa Cruz, Sadoc Correia, 12 de Novembro, dentre outras. A previsão é que as obras de recapeamento comecem ainda no mês de outubro, devendo ficar prontas até o final deste ano.

Valores da obra
Também segundo o secretário de Planejamento de Araguaína, Mário Augusto Vitória, a obra está orçada em mais de dois milhões de reais. O dinheiro seria proveniente de emenda parlamentar em contrapartida com recursos do município, que deverá arcar com cerca de 100 mil reais.



AO VIVO