Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
23ºmin
RELUZ

Siqueira lança Reluz mas não comenta redução na tarifa de energia

07 setembro 2011 - 08h39

Ricardo Sottero
Da Redação

 

O tatersal do Parque de Exposições de Araguaína recebeu a comitiva do governo do Estado e demais autoridades municipais para o lançamento oficial dos programas Reluz e Nossa Oportunidade, na tarde na última terça-feira, 6 de setembro. Entre os presentes estavam o prefeito Valuar Barros (DEM), o deputado estadual Raimundo Palito (PP), o secretário de Cidades e Urbanismo, Ronaldo Dimas, o secretário de Trabalho e Assistência Social, Agimiro Costa, e o secretário de Esportes e Juventude, Olintho Neto.


Sugestões à Prefeitura
Em seu discurso, o secretário Ronaldo Dimas anunciou as obras de duplicação da Avenida Filadélfia, no trecho da Feirinha, além da regulamentação da região. Para isso, serão gastos cerca de 15 milhões de reais. Mais 30 milhões também devem ser trazidos das emendas de bancada federal para pavimentação de ruas e canalização dos córregos da cidade.

Ronaldo também aproveitou a oportunidade para salientar a economia que o programa Reluz trará para o consumo de energia elétrica do sistema de iluminação pública. “Haverá economia de dinheiro para muita coisa que ainda deve ser feita em Araguaína”, afirmou o secretário. E voltando-se para Valuar Barros, Ronaldo sugeriu à prefeitura duas opções: uma redução na tarifa de iluminação pública cobrada nas contas de energia elétrica dos consumidores ou um investimento maior de recursos ainda no setor de iluminação.

Insatisfação
A mudança na iluminação pública já tem provocado a insatisfação da população araguainense. Recentemente, o Portal O Norte publicou reportagem em que moradores do Araguaína Sul, um dos setores mais populosos da cidade, reclamavam da baixa qualidade das lâmpadas que substituiram as anteriores. Na oportunidade, uma das moradoras ainda questionou se, com a economia de energia que teria com a troca das lâmpadas, os consumidores seriam beneficiados com a queda na taxa de iluminação pública. (Veja a matéria na íntegra aqui)

Sem garantias
Questionado sobre a possibilidade de diminuição na taxa de iluminação, o secretário de Obras do Município, Walmir Ribeiro, não deu nenhuma garantia de que o valor da tarifa cobrada na conta de luz venha também diminuir para os consumidores. “Depois de instaladas as novas lâmpadas, vamos discutir a possibilidade de diminuição dessa taxa. O Executivo vai se reunir com os vereadores e discutir com a Celtins sobre o caso, mas não posso garantir nada”, disse Walmir em entrevista à nossa reportagem, acrescentando ainda que “o programa Reluz vem para diminuir custos”. (Veja a matéria na íntegra aqui)
  
Agimiro Costa
Ainda no Parque de Exposições, o secretário de Trabalho e Assistência Social aproveitou seu discurso para acusar o governo passado de “saquear” quase 59 milhões de reais do programa Prodivino, dinheiro que, segundo Agimiro, poderia ter beneficiado mais de 50 mil trabalhadores com o empréstimo de mil reais pelo microcrédito do programa Nossa Oportunidade.

Ação do Governo
Durante a solenidade de assinatura da documentação dos programas Reluz e Nossa Oportunidade, Siqueira Campos convidou uma senhora para subir ao palco e também assinar, como representante do povo, toda a papelada dos projetos. Em outra atitude populista, o governador fez questão de adquirir, pelo valor de 60 reais, uma toalha trazida por uma bordadeira beneficiada pelo microcrédito do programa Nossa Oportunidade.

Nas várias oportunidades em que discursou para o público, Siqueira Campos ressaltou que não aceitará que o “dinheiro do Banco da Gente seja emprestado para político fazer campanha”.

O governador também anunciou a disponibilizaçãqo de créditos de R$ 3 mil para taxistas e mototaxistas quitarem as parcelas de seus veículos e, especificamente para Araguaína, o governador afirmou que “os setores Maracanã e Itaipu vão ser pavimentados”.

E a tarifa?
Mesmo com a economia de energia elétrica protagonizando um dos temas principais da solenidade em Araguaína, Siqueira Campos não tocou no assunto da redução da tarifa de energia elétrica, uma de suas principais promessas de campanha. No início do mês de julho deste ano, a Celtins anunciou um reajuste de 7,67% na tarifa, colocando o Tocantins como o Estado com a energia mais cara do país.

AO VIVO