Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin

Parada Gay acontece dia 11 e promoter acusa Elenil de “marmelada”

07 dezembro 2010 - 14h52
Com o tema “Araguaína Sem Homofobia”, gays lésbicas e simpatizantes articulam a 1ª Parada Gay na cidade.

O movimento acontece no próximo sábado, 11, e em entrevista ao Portal O Norte, Valdson Neves, um dos organizadores do evento nos revela qual será a programação.


O movimento é organizado pela ONG do Grupo de Gays que Amam a Vida (GGAV) contando com o apoio da Secretaria de Saúde do Município.

Valdson Neves nos informou que todos podem participar e a concentração da caminhada terá início ás 15h:30 em frente à boate Ibiza no Entroncamento: “O movimento é livre para todos que quiserem participar e prestigiar” afirma Valdson.

Questionado a respeito de patrocínios e recursos, Valdson que também organiza festas GLSs na cidade, nos explicou que foi bastante difícil conseguir: “Percebemos uma certa objeção de alguns” explica. A exemplo disso, ele lembrou o episódio em que o grupo foi à Câmara Municipal, para divulgar e pedir apoio ao evento “Foi uma marmelada do presidente da Câmara. Nós mandamos um ofício pedindo espaço na tribuna apenas para divulgar e pedir apoio e ele [Elenil da Penha] chamou os crentes e transformou a Sessão em debate, no final das contas não nos deu apoio algum. Financeiramente apenas um vereador contribuiu com nosso evento, foi o Gideon Soares que sempre tem nos apoiado”.

O promotor também falou da expectativa de mobilização do evento, segundo ele, a organização espera uma média de 500 participantes nessa 1º Parada: “Não esperamos um grande público, porque é nosso primeiro evento dessa natureza, mas acreditamos que pelo menos 500 pessoas participem, está confirmado a vinda de pessoas da capital Palmas, Xambioá, Imperatriz, Marabá, Colinas, enfim” diz.


O início do percurso será às 17h:00 e passará pelas principais ruas da cidade com um trio elétrico animando a caminhada e os participantes da mobilização distribuirão preservativos e panfletos esclarecedores sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), como por exemplo a AIDS.

A caminhada será encerrada na Avenida Filadélfia em frente á CONAB. Mas a festa não para por aí, apesar de não conseguir recursos suficientes para trazer uma atração especial, Valdson informa que haverá um festa no Balneário “Água Doce” que fica próximo à Jacubinha, onde gays lésbicas e simpatizantes irão comemorar o sucesso da Parada.

A redação do Portal O Norte tentou entrar em contato com o presidente da Câmara de Vereadores de Araguaína, Elenil da Penha (PMDB) para dar esclarecimentos a respeito do caso, porém até o momento o vereador não foi encontrado.

AO VIVO