Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
21ºmin
VIAÇÃO LONTRA

Multidão protesta contra atraso no transporte de passageiros

23 setembro 2011 - 07h14

Dágila Sabóia
Da Redação 


No início do ano de 2010, foram inaugurados dois terminais de passageiros na cidade de Araguaína, um localizado na Praça das Bandeiras e o outro no Bairro JK às margens da Rodovia BR 153. Os terminais beneficiam o usuário com uma única tarifa, que possibilita o deslocamento por um maior número de lugares possíveis. 

Teoricamente, a implantação dos terminais visa uma maior agilidade no serviço prestado, já que os mesmos fazem conexões com todas as regiões da cidade. Mas na prática a situação está bem diferente. É o que mostra a nossa reportagem.
 
O Protesto
No final da tarde desta quinta-feira, 22, uma multidão de pessoas se aglomerou em frente ao terminal de transporte coletivo localizado na Praça das Bandeiras, no Centro da cidade. Entre a maioria das pessoas, estavam estudantes universitários que protestavam contra as péssimas condições do transporte coletivo bem como dos atrasos dos mesmos.

Atrasos
De acordo com depoimentos colhidos no local, um dos coletivos que passa pelo terminal estava com pelo menos três horas de atraso. Estudantes que participaram da manifestação explicaram que por volta das 18 horas, passou um outro coletivo, no entanto, este tratava-se de um microônibus e estava lotado deixando assim de atender uma grande demanda de pessoas que aguardavam o deslocamento.

Ainda segundo informações dos usuários do transporte, os problemas de atrasos tem sido constantes para quem necessita dos serviços.

Insuficiência de veículos
Os estudantes que se mobilizaram no local alegaram à nossa reportagem que os atrasos estariam prejudicando-os na faculdade e ainda acusaram a concessionária, Viação Lontra (única empresa de transporte coletivo urbano que atua em Araguaína) de irresponsável, apontando a falta de respeito com os usuários já que a insuficiência de veículos para atender a demanda, levavam as pessoas a se deslocarem em condições inadequadas dentro dos ônibus principalmente no horário noturno quando os estudantes precisam ir para a faculdade. “Não somos vagabundos, somos universitários e como todo mundo merecemos respeito”, disse um dos estudantes. "Porque não colocam ônibus suficientes para atender a população?" questionou o universitário, Danilo Ribeiro, 19 anos.

 

Veja as imagens registradas por nossa equipe na manifestação no terminal Bandeiras:
 

AO VIVO