Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
COBRANÇA

"Onde estão os 32 milhões do orçamento da Secretaria?"

26 setembro 2011 - 10h29

Dágila Veras
Da Redação


A Câmara Municipal de Araguaína recebe na manhã desta segunda-feira, 26, o secretário de Desenvolvimento Social e habitação, Jota Patrocínio que foi convocado através de uma solicitação do vereador Jorge Frederico (PMDB) para prestar esclarecimentos sobre o trabalho realizado pela pasta nos últimos três anos de sua gestão.


Mesa diretiva
Nesta manhã, a mesa diretiva da Câmara é composta pelo presidente da Casa, Elenil da Penha (PMDB), Jota Patrocínio, contando também hoje com a presença do secretário da Fazenda do Município, Clóvis Júnior e da secretária de Administração, Beatriz Helena.

Orçamento
O Vereador iniciou suas considerações afirmando que o orçamento da Secretaria nos últimos anos teve um acréscimo de mais de 500% e que segundo ele, durante os últimos três anos da atual gestão, a pasta teria um orçamento de aproximadamente 32 milhões de reais. “Onde foram investidos os mais de 32 milhões de reais destinado à pasta secretário? Torcemos para que não tenha sido exclusivamente gasto em folha de pagamento”, ironizou o parlamentar.

Casas populares
Na sessão do último dia 15, em que a convocação do secretário foi aprovada, Jorge Frederico acusou a Secretaria de negligência ao citar as péssimas condições sociais em que se encontram boa parte da população de Araguaína, dando como exemplo a realidade social de diversos moradores do Setor Tereza Hilário: “O que tem de investimento da Secretaria dentro do município? Casa popular (doada) ainda não existe em Araguaína”, apontou o vereador Jorge Frederico.

Hoje, Jorge Frederico no uso da tribuna, levantou mais uma vez, um dos principais questionamentos que motivou a convocação de Jota Patrocínio: a entrega de casas populares no município. Na oportunidade, Jorge Frederico perguntou ao secretário porque durante todo esse tempo nenhuma casa foi entregue pela pasta.

Durante sua fala, Jorge Frederico ainda acrescentou: “Nós não podemos brincar com a população de Araguaína. O cidadão vai atrás da casa porque está precisando”. Disse o vereador afirmando que recebeu várias denúncias de araguainenses que se cadastraram para o programa de moradia direcionado no município através da Secretaria de Habitação e que tiveram supostamente seus nomes retirados da lista do benefício.

AO VIVO