Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
19ºmin
ESTRANHO

Governo não convida Câmara para participar do Agenda Tocantins

27 setembro 2011 - 08h32

Dágila Veras
Da Redação


Nesta terça-feira, 27, acontece o 8º Fórum do Agenda Tocantins em Araguaína. O evento será realizado no auditório do instituto presidente Antônio Carlos (ITPAC) e tem como objetivo discutir juntamente com a sociedade, as reais necessidades da região Norte do Estado e sua realização abrangerá cerca de 18 municípios circunvizinhos.


O evento contará com a presença do governador Siqueira Campos (PSDB) e demais autoridades estaduais bem como secretários e também especialistas.

Temas em debate
Durante o Fórum, estarão dispostos sete grupos de debates com os seguintes temas respectivamente: a Produção, a Infraestrutura, a Saúde, a Segurança e Cidadania, o Desenvolvimento Ambiental e Sustentável, o Conhecimento e Inclusão Social, e a Gestão Pública.

Sem convite
Apesar de o Governo do Estado ter investido na divulgação do convite estendido para toda a sociedade, ao final da sessão desta segunda-feira, 26, na Câmara Municipal de Araguaína, o vereador e presidente da Casa, o peemdidebista Elenil da Penha, principal aliado do ex-governador Marcelo Miranda em Araguaína, ressaltou que a Câmara, constituída por onze legítimos representantes do povo araguainense, não foi convidada oficialmente pelo Governo a se fazer presente no evento.

Na oportunidade em que o presidente informava aos demais colegas, Elenil fez questão de destacar que aguardava o recebimento do convite e pretendia subdividir os vereadores em duplas para participarem dos grupos de debates no evento.

Dada as circunstâncias, Elenil explica: “Teremos sessão normalmente em função de não termos recebido até o presente momento um convite oficial”, disse o vereador ressaltando: “Era importante que a Câmara como um poder constituído, recebesse um convite oficial para que pudéssemos assim suspender as sessão para participar ativamente das discussões”.

Desprestígio?
Questionado se houve desprestígio por parte do Executivo estadual relativo aos parlamentares do município, Elenil destaca: “O maior prestígio do poder tem que ser com a população. Neste caso, pode ter sido falta de comunicação, mas não sei o que basicamente ocorreu, o que posso dizer é que a Casa vai continuar fazendo o seu trabalho normalmente”.









 

AO VIVO