Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
SEGUINDO DIMAS

Liderança do PSDB que foi agredida por Siqueira deixa partido

28 setembro 2011 - 09h39

Dágila Veras
Da Redação

 

Filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) desde 2003, Jarbinha Abud deixa a legenda e filia-se ao Partido da República.

Jarbinha se tornou bastante conhecido com a repercussão de um episódio que aconteceu no dia 4 de junho de 2000 no Parque de Exposições de Araguaína, quando durante um discurso, por causa de um desentendimento, Siqueira o atingiu com uma microfonada na cabeça. Sobre o fato, Abud fez questão de dizer em uma breve entrevista ao Portal O Norte, que são águas passadas.

Argumento
A liderança explica que deixa o PSDB, que tem como maior liderança estadual o próprio governador Siqueira Campos, para acompanhar o secretário estadual das Cidades, o republicano Ronaldo Dimas que foi lançado semana passada como pré-candidato à prefeitura de Araguaína pelo PR. “Estou pedindo a desfiliação do partido e acompanharei Ronaldo Dimas com quem já trabalho há bastante tempo e tenho mais afinidade. Onde ele estiver eu estarei”, diz Jarbinha.

Ainda em entrevista Jarbinha diz que na eleição passada a pedido de Dimas, deixou de lado a candidatura de vereador, mas pretende entrar na disputa a uma vaga na Câmara nas próximas eleições.
 

 


    Jarbinha Abud se tornou bastante conhecido com a repercussão de um episódio em que o
governador Siqueira Campos o  agrediu com uma microfonada na cabeça em 2000.

AO VIVO