Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
23ºmin
CÂMARA MUNICIPAL

Moção de Aplausos a secretários municipais gera polêmica na Câmara

18 outubro 2011 - 01h49

Dágila Sabóia
Da Redação

 
O vereador democrata Marco Aurélio Santana (Baldão) apresentou na manhã dessa segunda-feira, 17, solicitações de Moção de Aplausos para os secretários municipais: Nahim Halum, Clóvis Júnior e Walmir Ribeiro, das pastas Indústria Comércio e Turismo, Fazenda e a Secretaria de Infraestrutura e Obras respectivamente.


A polêmica
Em discussão, as moções geraram polêmica e foram inicialmente questionadas pelo vereador e presidente da Casa, Elenil da Penha (PMDB), que chamou os colegas parlamentares para a reflexão. Para ele, seria inconveniente votar favorável às moções para secretários municipais: “Então daríamos Moção de Aplausos porque os secretários estão fazendo bem um trabalho que é obrigação deles?” e acrescentou, “Daqui a pouco estaremos votando Moção de Aplausos para os vereadores também”, disse ironicamente Elenil.

O vereador republicano Aldair da Costa (Gipão), em seu aparte, apoiou o posicionamento de Elenil, destacando que: “Às vezes achamos que uma Moção de Aplausos é um papel simples, mas ela quer dizer com nossa aprovação que a Câmara está satisfeita com o trabalho do secretário e vem a pergunta: será que a sociedade de Araguaína está satisfeita com o trabalho deste cidadão? E se amanhã ou depois precisarmos convocar um secretário desses, será que este documento vai servir contra nós mesmos?” e completou ironizando: “Difícil é mostrar Moção de Aplausos para quem não está mais à frente de Secretarias... mas pra quê vamos parabenizar alguém que está fora do poder?”.

Baldão
Rebatendo os questionamentos levantados, Baldão entre outras palavras explicou que ninguém consegue agradar a todos, destacando ainda a Moção como um incentivo para que os secretários trabalhem sempre com eficiência e acrescenta: “Se dependemos de esperar que 100% da população esteja satisfeita, eu peço que retire todas as moções, pois não temos condições de aprovarmos nenhuma dessa forma”.

Apoio
Em defesa das moções apresentadas por Baldão, o vereador Jorge Frederico (PMDB) argumentou que “elas podem servir para que o Executivo saiba quais são os secretários que esta Casa está aplaudindo".

A exemplo disso, Jorge Frederico lembrou a melhoria da trafegabilidade na cidade devido aos trabalhos de infra-estrutura da Secretaria de Walmir Ribeiro.

Já sobre a moção ao secretário da Fazenda, Jorge explica que Clóvis como presidente do partido Democratas, vem politizando o povo araguainense: “Eu estive recentemente no evento do Democratas que filiou dezenas de lideranças e trouxe a sociedade para esta Casa e trazendo o povo para mais perto da administração pública, Clóvis Júnior está contribuindo com a conscientização da população na hora de escolher em quem vai votar. Como secretário, ele tem feito um brilhante trabalho, principalmente no âmbito da economicidade, o dinheiro do povo está sendo bem investido”, disse Jorge. O argumento foi apoiado por Geronimo Cardoso que em seu aparte lembrou o aumento da arrecadação do município e o empenho de Clóvis frente à administração da Secretaria.

Sobre Nahim Halum, Jorge Frederico diz que apesar de a Indústria e Turismo no município estarem aquém das necessidades reais da sociedade, ele lembra que o comércio tem se mostrado pujante na cidade. “Várias empresas chegaram a Araguaína e estão mudando para melhor a realidade do município e isso reflete no trabalho do secretário, acredito que precisamos observar estas questões e a Moção mostra, no meu entender, que temos além de criticar, também elogiar”.

A votação
Após a calorosa discussão e apesar do posicionamento contrário de Gipão, as moções foram aprovadas por unanimidade pelos vereadores. Elenil da Penha, por sua vez, como presidente da Casa não pode votar, no entanto, manteve sua manifestação como contrária à solicitação do vereador Baldão.


AO VIVO