Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
23ºmin
APÓS DENÚNCIA

Pró-Saúde garante exames de tomografia para pacientes no HRA

20 outubro 2011 - 07h59

Dágila Sabóia
Da Redação


O Portal O Norte acompanha desde o início de maio deste ano a denúncia sobre o aparelho de tomografia que mesmo instalado no Hospital Regional de Araguaína (HRA) permanecia inutilizado. (Leia mais)

De acordo com informações apuradas pelo site, o tomógrafo de última geração, com 16 canais da marca Siemens S/A, no valor de R$ 1.277.000,00, foi adquirido pelo Governo do Estado durante a administração anterior. A aquisição aconteceu em 17 de dezembro de 2009 e os recursos para a compra foram liberados através de emenda da senadora Kátia Abreu (PSD-TO).

No dia 7 de julho de 2010, em visita ao hospital, Kátia questionou a demora na instalação do aparelho. Segundo um funcionário do HRA, que não quis se identificar, o tomógrafo foi instalado cerca de um mês depois das cobranças da senadora. Todavia, só funcionou dois meses, sendo desinstalado logo após as eleições de 2010. O motivo, conta ele, seria um suposto acordo feito entre o Regional e o CDT Diagnóstico, que determinou que todo paciente que precisa fazer tomografia deveria ser encaminhado à clínica particular.

Ministério Público
O possível pacto entre o CDT e o HRA levantou suspeitas de irregularidades e foi questionado, inclusive pelo Ministério Público Estadual (MPE), através dos promotores de justiça, Ricardo Alves Peres e Sidney Fiori Júnior, que instaurou ainda em maio deste ano, procedimento investigatório para apurar denúncia publicada no Portal O Norte referente a irregularidades na desativação do aparelho de tomografia. (Leia mais)

Resposta da Sesau
Na época em que foi ao ar a reportagem, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) comentou sobre a denúncia publicada referente à desativação do aparelho informando que iniciou no começo de abril um processo licitatório para contratação de uma empresa que realizasse a manutenção e a operação do tomógrafo do HRA.

Ainda de acordo com a Secretaria, até agosto o aparelho deveria estar em funcionamento no HRA. Até lá, a Sesau continuaria encaminhando a demanda do serviço para o CDT Diagnósticos, com quem de fato foi celebrado um contrato em 2009, prorrogado em 2010, no valor total/anual de R$ 3.189,543,56. (Leia mais)

Não cumpriu
Passou-se o mês de agosto e a Sesau não cumpriu com o compromisso assumido de reativação do tomógrafo.

Pró-Saúde garante
A deficiência das ações e serviços de saúde em todo o Estado já haviam levado o Governo Siqueira Campos (PSDB) a decretar no dia 19 do mês de abril deste ano, estado de calamidade pública no setor hospitalar. No início do último mês de setembro a Pró-Saúde assumiu a administração dos hospitais públicos estaduais.

Cinco meses depois da promessa da Sesau e 41 dias após assumir o gerenciamento do Hospital Regional de Araguaína, a Pró-Saúde garantiu o funcionamento do aparelho de tomografia adquirido pelo Estado e que deve beneficiar uma população de cerca de 500 mil pessoas.

De acordo com release enviado à imprensa: “Pensando na resolubilidade dos pacientes a Pró-Saúde se empenhou em colocar para funcionar o aparelho. Para isso foi contratada a empresa Clínica da Imagem, que está realizando os exames de tomografia de pacientes internados, nas dependências do HRA, desde a última terça-feira, 11”.

AO VIVO