Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
GINÁSIO JK

“Sejuves contrata mas não paga e reforma ainda é só promessa”

04 novembro 2011 - 08h28

Dágila Sabóia
Da Redação

 

Pouco mais de um mês após o anúncio da Secretaria de Juventude e Esportes (Sejuves) através de nota encaminhada ao Portal O Norte, de que os problemas encontrados no ginásio de esportes do Bairro JK seriam resolvidos, a novela parece que ainda não vai chegar ao fim.



Esta semana, a comunidade do Bairro JK mais uma vez entrou em contato com nossa Redação para reivindicar as melhorias prometidas pelo secretário Olyntho Neto.

Segurança
No último contato da Secretaria com o site, a assessoria de comunicação garantiu a resolução de impasses como a questão da segurança com a contratação de um vigia.

Conversando com o morador Jácio Souza Silva de 26 anos, tivemos a confirmação de que a contratação de vigias foi cumprida, não exatamente como a comunidade esperava. Moradores afirmam que dois vigias estão trabalhando no local, mas denunciam que além de eles revezarem a diária de trabalho apenas das 18 horas às 23 horas ao invés de uma jornada de 24 horas, muitas vezes chegam atrasados e vão embora antes do horário.

“Por eles não ficarem direto aqui, abre espaço para os marginais tomarem de conta do lugar. Aqui rola de tudo, drogas, prostituição e a comunidade se sente insegura com tudo isso”, afirma Jácio Silva.

Limpeza e manutenção
Para fazer a limpeza e manutenção do ginásio, também foram contratadas duas mulheres, porém, segundo o que afirma o morador, a Sejuves não disponibilizou qualquer material de limpeza e elas estariam gastando do próprio bolso com produtos e utensílios para realização dos trabalhos.

Sem salários
Outro fato apontado é de que até o momento os contratados não teriam recebido nenhum pagamento pelos serviços prestados inclusive o professor de Educação Física, Paulo Resplandes, contratado pela Secretaria desde o mês de julho que estaria a exatos quatro meses sem receber salário e assim como os demais, ainda não teria assinado nenhum contrato com a Sejuves.

Reforma da estrutura
No último dia 12 de setembro, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) que a empresa Barbosa e Aguiar Ltda venceu a licitação para, entre outras ações, reformar o ginásio poliesportivo do Bairro JK em Araguaína e que segundo a empresa, as obras teriam início ainda no mês de outubro. De acordo com o DOE, serão gastos na reforma do ginásio, o equivalente a R$ 24.996,69.

Após a divulgação no DOE e em pleno início de novembro, o fato é que apesar da licitação aprovada, até hoje nenhuma reforma foi iniciada na quadra poliesportiva como afirmou a assessoria da Sejuves.

Na mesma nota enviada ao site, a assessoria ressaltou que o secretário, Olyntho Neto estaria “extremamente preocupado com a situação do Ginásio do Bairro JK e pediu aos técnicos da Secretaria, atenção especial”.

Para os moradores, fatos como o descaso com o pagamento dos servidores contratados e o atraso no cumprimento das ações garantidas refletem exatamente o contrário do que foi dito pela assessoria. “Como o secretário poderia se preocupar com a situação se ele se quer oficializou a contratação do pessoal e pior ainda, nem pagou eles, a reforma então, até agora está só na promessa”, diz o morador.

Leia a matéria que apresenta a nota enviada pela Sejuves ao Portal O Norte clicando aqui.

AO VIVO