Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
23ºmin
OPERAÇÃO NAGINI

Forças policiais prometem reduzir índices de criminalidade

09 dezembro 2011 - 08h28

Desde as 04 horas da madrugada desta sexta-feira, 09 de dezembro, o 2º BPM, realiza em toda a cidade de Araguaína, juntamente com a Polícia Civil, e apoio de outras forças policais, a Operação Nagine.

Diante dos índices de criminalidade registrados na cidade nos últimos meses, e quando o trabalho rotineiro da polícia não é suficiente para combater as ações criminosas, as quais trazem enormes prejuízos à sociedade como um todo, faz-se imperativo que as instituições de segurança pública se unam e utilizem de mecanismos legais necessários a minimizar a ocorrência desses índices de crimes, e para tanto, por meio de ações planejadas e de inteligência, a Polícia Militar, juntamente com a Polícia Civil, utilizando dos recursos humanos e materiais que dispõem, realizam a Operação Nagine, objetivando resguardar os direitos das pessoas e manter o estado de tranqüilidade pública.

A operação tem como objetivo principal desencadear ações de interceptação, cerco e bloqueio, com o emprego das técnicas de buscas e abordagens a pessoas e a veículos suspeitos, objetivando a repressão aos ilícitos penais, visando a restauração da ordem pública, com captura e prisão em flagrante delito dos delinqüentes em fuga e ainda cumprimento de mandados de busca e prisão em aberto. A operação consiste ainda em:

1. Instalar Barreiras Policiais de interceptação em todas as entradas e saídas da cidade de Araguaína, incluindo rodovias estaduais, federais e estradas vicinais;

2. Montar equipes compostas por componentes das diversas forças, as quais serão distribuídas nas Barreiras Policiais e em pontos estratégicos da cidade;

3. Montar equipes volantes para patrulhar eixos, itinerários e/ou rotas de fuga de marginais em todos os bairros e ruas da cidade;

4. Fiscalizar os pontos de embarque e desembarque de passageiros, terminal Rodoviário e Aeroporto da cidade de Araguaína;

5. Proceder a buscas e abordagens a pessoas e veículos suspeitos objetivando a prisão de criminosos em fuga ou homiziados em casas, chácaras, fazendas que estejam em flagrante, ou com mandado de prisão em aberto e ainda apreender substâncias entorpecentes, armas de fogo e instrumentos utilizados para prática criminosa; recuperar veículos e objetos de origem criminosa ou que não tenha nota fiscal.

A Operação Nagini consiste, portanto, numa união de esforços dos órgãos encarregados da Segurança Pública: Polícia Militar e Polícia Civil, com apoio de outras instituições no combate ao crime, com emprego de 310 (trezentos e dez) policiais e 65 (sessenta e cinco) viaturas, posicionadas em locais pré-determinados ou em patrulhamento, com a missão específica de efetuar com a máxima brevidade, o bloqueio de todas as entradas e saídas da cidade, visando diminuir a capacidade de fuga dos infratores, aumentando desta forma a possibilidade de captura e ainda manter o controle total por meio de equipes distribuídas nas ruas e bairros do município.

As ações estão sendo desencadeadas na cidade de Araguaína, em sua totalidade, incluindo ainda as divisas nos municípios de Araguanã, Xambioá, Goiatins e Campos Lindos. (Da Ascom 2º BPM)

AO VIVO