Menu
Busca sábado, 07 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
22ºmin
INSATISFAÇÃO

Atrasos no atendimento do SINE provoca a insatisfação da população

25 janeiro 2011 - 19h26

Da Redação
 


A unidade do Sistema Nacional de Empregos – SINE na cidade de Araguaína tem encontrado dificuldades para atender com eficiência a população que precisa resolver questões no órgão como: Seguro Desemprego e procuras de vagas de emprego.






Quem precisa ser atendido no SINE, enfrenta duas filas: uma para pegar a senha de atendimento e outra para ser atendido, o fato que tem dificultado a eficiência do serviço prestado é a quantidade de servidores no balcão de atendimento que diminuiu drasticamente devido às demissões em massa, executadas pelo governo do Estado no último dia, 14, deste mês.

                    
Fila pra pegar a senha de atendimento.                                                            Dos nove guichês de atendimento, apenas quatro estavam funcio-
                                                                                                                  nando.


Nessa terça-feira, 25, a equipe de reportagem do Portal O Norte esteve no SINE em Araguaína e presenciou o atraso e a fila enfrentada pelo público para ser atendido que se estendiam até o lado de fora do prédio da unidade.

Insatisfação
Conversamos com a auxiliar administrativa, Diandra Braga, 19 anos, que desempregada aguardava atendimento há quase cinco horas: “Cheguei aqui 7h30 e só tem uma pessoa no balcão atendendo quem procura vagas de emprego e a gente vê vários computadores disponíveis e poucos atendentes. No caso eu que preciso resolver outras coisas na rua, estou aqui há horas esperando para ser atendida e isso não deveria estar acontecendo”, reclama Diandra.


Já Welton Siriano da Silva, 30 anos a procura de emprego de vaqueiro ou tratorista, estava pela segunda vez na fila para conseguir uma senha de atendimento. “A situação é muito ruim. Eu vim aqui hoje cedo e não consegui pegar a senha pra ser atendido de manhã e como eu moro muito longe vim aqui de novo pra tentar pegar a senha da tarde, porque não posso ficar dando viagem perdida. Mas se não conseguir pegar a senha hoje, sou obrigado a vir de novo amanhã porque eu preciso arrumar um emprego”, diz o vaqueiro que mora no povoado Novo Horizonte, cerca de 20 km da cidade.


 

                                                    O vaqueiro Welton Siriano estava na segunda tentativa para conseguir senha
                                                    para ser atendido.


 

O gerente interino do SINE em Araguaína, Roberto Noleto, admite a existência de dificuldades em oferecer um melhor atendimento e afirma que os colaboradores estão se desdobrando para tentar amenizar o problema até que a situação seja de fato resolvida. “Estamos trabalhando pra que isso possa ser solucionado, no começo foi complicado se adequar a situação do momento, mas aos poucos estamos tentando atender com mais eficiência a população que nos procura aqui no órgão”, afirma o gerente que explica ainda “Distribuímos diariamente cerca de 60 senhas de atendimento e às vezes conseguimos atender até cerca de 90 pessoas, mas a demanda é muito grande porque além da região de Araguaína, atendemos o Sul do Maranhão e o Sul do Pará e a quantidade de servidores para atender no órgão agora é ineficiente”, explica, Roberto Noleto.
 

     Roberto Noleto - Gerente Interino do SINE em Araguaína.

 


Sobre os servidores
Dos 65 servidores que trabalhavam no SINE em Araguaína 46 eram comissionados, destes, apenas duas servidoras não foram exoneradas por estarem no período de gestação. Restaram então apenas 21 servidores disponíveis no órgão sendo que destes 3 efetivos encontram-se em licença e mais 5 estão de férias e retornam a partir do próximo mês. No total, o público é atendido exatamente por 11 colaboradores que foram subdivididos em duas equipes de trabalho: uma pela manhã e outra pelo turno da tarde. O horário de atendimento no SINE inicia-se a partir das 7h30 e de forma ininterrupta estende-se até às 18h30.

Estamos atendendo um pouco no improviso e dividimos a equipe que está trabalhando para que o SINE esteja aberto para o funcionamento no período diurno, logo os efetivos que estão de férias retornarão para dar o suporte necessário e dessa forma, teremos mais agilidade no atendimento”, fala o gerente.

Roberto Noleto em entrevista exclusiva ao Portal O Norte também afirmou sobre a possibilidade de serem recontratados alguns dos funcionários comissionados que foram exonerados.




 


 

AO VIVO