Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
21ºmin
IMUNIZAÇÃO

Araguaína ultrapassa 50% da população vacinada contra a Covid

09 agosto 2021 - 12h53

Em menos de sete meses de vacinação, mais da metade da população de Araguaína foi vacinada contra a covid-19. Conforme dados do portal do Governo do Estado, o Integra Saúde, receberam a primeira dose do imunizante 50.09% dos moradores. "Avanço fundamental para o controle da doença no município é resultado de um trabalho em equipe", explica a secretária da Saúde, Ana Paula Abadia.

“Esse é o resultado do planejamento e trabalho árduo de toda nossa equipe, estamos com uma logística e a disponibilidade de vários locais de imunização para que possamos dar mais celeridade neste processo e, sobretudo, comodidade à população para que tenha acesso a essa vacina”, afirmou a secretária.

Atualmente, pessoas com 20 anos ou mais já estão sendo vacinadas em 15 UBS (unidades básicas de saúde) que atendem de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30. Para receber a primeira dose da vacina contra a covid-19, é necessário apresentar o cartão de vacinação e os documentos pessoais com foto (CPF, RG ou CNH).

As unidades disponíveis são: UBS Araguaína Sul; UBS JK; UBS Manoel Maria (Setor Cimba); UBS Palmeiras do Norte, UBS Maria dos Reis (Setor Barros); UBS Dr. Dantas (Costa Esmeralda), UBS Manoel dos Reis (Jardim das Flores); UBS Lago Azul; UBS José Ronaldo Pereira da Costa (Dom Orione); UBS Senador Benedito Vicente Ferreira (Setor José Ferreira); UBS Bairro de Fátima; UBS Nova Araguaína; UBS Ponte; UBS Novo Horizonte. Com exceção da UBS Dr. Francisco Barbosa (Vila Aliança) que funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 18 horas.

O caminho é a ciência
Até o Município ultrapassar o número de 50% da população com a primeira dose, vários obstáculos foram vencidos nesse caminho da vacinação, como destacou a diretora de imunização, Samilla Braga.
“Foram diversos desafios que superamos e agora colhemos os resultados alcançando números que trarão grandes benefícios, pois a vacina protege vidas. Essa é uma grande conquista! Agora o grande desafio é buscar aqueles que ainda não se vacinaram. É importante que essas pessoas entendam que a ciência é o caminho para todos juntos combatermos as contaminações, internações e óbitos por covid-19”, pontuou.

Retrospectiva 
No dia 20 de janeiro, a técnica de enfermagem Deuzelia Vieira de Sousa, de 54 anos, que atua na linha de frente da covid-19 foi a primeira a ser vacinada. A cerimônia simbólica ocorreu na Unidade Básica de Saúde Maria dos Reis (Parque Bom Viver).

Ao lado de quem recebe a dose, há profissionais que aplicam o imunizante, é o caso da enfermeira Rithelle Soares, que desde o começo, atua na linha de frente da vacinação contra a covid-19. ”Quando eu recebi a notícia que iria trabalhar na imunização fiquei surpresa e ao mesmo tempo suspirei de esperança. Vendo a nossa retrospectiva como equipe de vacinação, me sinto lisonjeada por além de administrar um imunobiológico que representa a esperança de que dias melhores virão”, revelou.

Avanço gradativo
A primeira etapa da vacinação em Araguaína iniciou com 2.300 doses e foi direcionada para os profissionais da saúde que atuam na linha de frente, idosos acima de 60 anos que vivem em casas de longa permanência, população indígena, quilombolas e ribeirinhas. Com a chegada de novas remessas, os idosos de 80 anos ou mais começaram a ser vacinados no formato drive-thru e aqueles acamados ou com dificuldade de locomoção receberam a visita das equipes de saúde em casa. A faixa etária foi diminuindo gradativamente, enquanto o Município atendia as pessoas com comorbidades e deficiências permanentes, conforme orientação do Ministério da Saúde.

Ao longo desses seis meses, a imunização foi avançando e chegou aos outros grupos, como: As grávidas e puérperas, os trabalhadores da educação, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema de privação de liberdade, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de carga, ferroviários, transporte aéreo, população privada de liberdade, pessoas em situação de rua, trabalhadores da limpeza urbana, trabalhadores industriais, bancários e trabalhadores de casas lotéricas.

Das 141.564 doses recebidas, os dados apontam que foram aplicadas 119.275. Os detalhes da imunização de cada grupo, podem ser acessados no portal da Prefeitura: https://vacina.araguaina.to.gov.br/.

Segunda dose
Até o momento, 27.034 pessoas estão completamente imunizadas, somando os números daquelas que tomaram dose única da vacina e a segunda dose. O Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago está atendendo exclusivamente a população que precisa receber a segunda dose, o horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 17h30. 

AO VIVO