Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
25ºmin
NO PIAUÍ

Mãe foge com filha de 5 anos para matagal após agressões do marido

28 setembro 2021 - 17h24Por Meio Norte

Um homem identificado apenas pelas iniciais V. C. B, 33 anos, foi preso em flagrante pelo Grupamento Policial Militar da cidade de Acauã (396 km de Teresina) nesta segunda-feira (27), após agredir a própria esposa e a filha, de apenas cinco anos de idade. As duas precisaram fugir de casa e se esconder em um matagal na zona rural do município para evitar mais agressões. 

Em entrevista ao Meionorte.com, o cabo Humberto Jr., comandante do GPM do município, explicou por volta das 6 horas da manhã, a Polícia Militar foi acionada através de ligação telefônica da vítima, que pedia socorro dizendo estar com sua filha escondidas em um matagal às margens da BR-407, após terem fugido das agressões do seu companheiro, que ocorreram durante toda a noite. 

“As agressões começaram nove da noite e ele se encontrava embriagado no momento. Ela fugiu de casa esperou ao esperar ele dormir. Ela pegou a moto e fugiu. A moto faltou gasolina e ela entrou no mato após ele ter ido atrás delas. Resgatamos as duas e voltamos para pegar ele, que quando chegamos, ele tinha voltado para dormir em casa. Ele agrediu as duas com socos na cabeça”, explicou. 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, as vítimas foram encontradas bastante apavoradas. As agressões ocorreram após o preso ter passado o dia em um torneio, chegou na residência da família, que fica na Localidade Mundão, zona rural do município, bastante exaltado e passou a agredir a sua companheira e a sua filha.

Acusado foi preso em flagrante pela Polícia Militar do município (Foto: Divulgação)

O acusado foi conduzido à 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Paulistana para a adoção dos procedimentos cabíveis. Ele responderá por Lesão Corporal Dolosa - Violência Doméstica - Art. 129, § 9° do Código Penal (Lei Maria da Penha); e Ameaça - Art. 147 do Código Penal (Lei Maria da Penha).

Ainda segundo o Cabo Humberto Jr., o Conselho Tutelar da região foi acionado e atenderá o caso e prestará todo o apoio necessário para as vítimas, além de ter sido solicitado o acompanhamento psicológico da criança. 

 

AO VIVO