Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
TOCANTINS

Carlesse acompanha no Rio de Janeiro, leilão de área de mineração no Tocantins

21 outubro 2019 - 12h40

O leilão da primeira de 30 áreas de mineração do Serviço Geológico acontece nesta segunda-feira (21) outubro. O anúncio foi feito no último dia 11 pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A área era a antiga Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e fica em Palmeirópolis, no Tocantins. O leilão estreia o modelo em que o governo, por meio do CPRM, oferece ao mercado o direito de exploração de áreas das quais possui título minerário e conhecimento geológico.

Bento Albuquerque  afirma que a região de Palmeirópolis tem potencial para cobre, chumbo e zinco.

O edital prevê um bônus de assinatura – valor que será pago à União – de R$ 15 milhões e R$ 255 milhões em investimentos em 10 anos.

Esteves Pedro Colnago, presidente da CPRM,  explicou que das 30 áreas que a companhia detém, quatro já estão incluídas no Plano de Parcerias e 
Investimentos (PPI) e outras 26 devem ser habilitadas para irem a leilão nos próximos quatro ou cinco anos. 

As outras áreas que já estão incluídas no PPI estão em Goiás (exploração de cobre), Pernambuco (fosfato) e Rio Grande do Sul (carvão).

O governador Mauro Carlesse (DEM) postou hoje  em seu story no instagram mostrando que está no Rio de Janeiro, na sede da CPRM para participar do leilão da jazida de minério de Palmeirópolis. Segundo ele, a intenção é impulsionar a mineração no Estado, como fator de desenvolvimento econômico: "A expectativa é gerar aproximadamente dois mil empregos", afirmou o gestor.

AO VIVO