Menu
Busca sábado, 12 de junho de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
20ºmin
PROCESSO SELETIVO

Concurso da PM registra alto índice de abstenções e eliminação de candidatos na hora da prova

06 junho 2021 - 18h29Por Redação

As provas do concurso da Polícia Militar do Tocantins realizado neste domingo (06), apresentou um alto número de abstenções, foi o que informou o comandante Geral da corporação, Coronel Silva Neto em coletiva de imprensa transmitida ao vivo na noite de hoje na capital. 

Comandante Coronel Silva Neto e Coronel Marques. (Reprodução: Instagram)

De acordo com dados preliminares repassados à PM pela Cebraspe - Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos, instituição responsável pelo certame, de um total  de 42.223 candidatos inscritos para concorrer as 950 vagas para o cargo de soldado do quadro operacional, no Quadro de Praça, 34,47% não compareceram. 

Dos 1016 inscritos para o Quadro de Praça da Saúde, a porcentagem de faltosos foi ainda maior (54,63%).

No Quadro de Praça Especialista, que são vagas destinadas a músicos, a abstenção alcançou 60,90% dos candidatos inscritos. 

"Não esperávamos essa alta abstenção, mas vamos aguardar o detalhamento específico da banca organizadora para entender o motivo dessa quantidade de candidatos que faltaram", afirmou Coronel Marizon Mendes Marques, Sub Chefe do Estado Maior e que está à frente da presidência da Comissão do Concurso da PM. 

Candidatos Eliminados

Ainda na coletiva, o presidente da comissão destacou que esta etapa foi tranquila, contudo houve registros de 32 candidatos desclassificados nos locais de aplicação das provas, por descumprimento do edital. Entre as situações citadas, estão de inscritos que deixaram o celular ligado na hora da prova e que tocaram na sala de aplicação, ou uso de objetos (canetas, garrafas) confeccionados com material não transparente, mas que no entanto não prejudicaram a aplicação das provas, bem como candidatos que não apresentaram documento de identificação original, sendo assim impedidos de fazerem as avaliações. "Essas pessoas foram automaticamente eliminadas", afirmou Coronel Marques

Agora a banca organizadora segue com o cronograma das próximas etapas conforme descrito no edital. 

Pra finalizar, o comandante Silva Neto destacou a importância da realização do concurso, principalmente pela redução desproporcional do efetivo nos últimos anos, devido ao cancelamento da seletiva de 2018, anulada por causa de fraudes. "Agora a banca organizadora segue com o cronograma conforme descrito no edital e a expectativa é de que tudo ocorra dentro da normalidade para que possamos efetivar os candidatos aprovados em todas as etapas", concluiu. 

Próximas etapas

De acordo com o cronograma de datas prováveis do concurso, a divulgação do gabarito oficial preliminar da prova objetiva e o padrão preliminar de respostas da prova de redação devem ser divulgados no dia 8 de junho a partir das 19 horas. O candidato que tiver interesse na interposição de recursos poderá fazer no prazo do dia 9 e 10 de junho. A divulgação do edital de resultado final na prova objetiva e de resultado provisório na prova de redação ocorrerá no dia 29 de junho.

As datas e os períodos estabelecidos no cronograma são passíveis de alteração, conforme necessidade e conveniência da PMTO e do Cebraspe. Caso haja alteração, esta será previamente comunicada por meio de edital.

Após a divulgação do resultado final da prova objetiva, haverá as novas fases do concurso: exame de capacidade física, avaliação psicológica e por fim investigação social e da vida pregressa, sendo, ao final, divulgado o resultado final do certame e convocados os aprovados para o curso de formação na Academia Polícial Militar Tiradentes da PMTO.

AO VIVO